CAIO FREIXO E O PROJETO "O NOVO HOMEM"

Caio Freixo tem experimentado falar de masculinidade em suas redes através de ilustrações digitais que retratam diferentes tipos de homens com reflexões sobre contemporaneidade.

Arte sobre Ilustrações de Caio Freixo

"O NOVO HOMEM pode sentir dor e mais importante do que isso é que ele pode falar que está com dor. Não somos menos homem por sofrer e demonstrar que estamos frágeis.". Esta é uma das tantas provocações da série NOVO HOMEM, o mais recente trabalho do artista plástico e designer gráfico Caio Freixo.


As publicações do artista nas redes sociais vão soltando pílulas com reflexões, provocações e trabalhos gráficos que discutem e apresentam um olhar moderno sobre as masculinidades, sempre somando novos conceitos ao homem contemporâneo, como auto-aceitação, gentileza e sensibilidade. Uma investigação pública que parte de inquietações pessoais do próprio criador.


"Eu faço terapia desde muito novo e a maior parte da minhas sessões foi relacionada à sexualidade, ao porquê de existir coisas para homem e para mulher. Até hoje não entendo essa divisão. Agora, mais maduro, passei a ter mais foco, coragem e sensibilidade para tocar nesse assunto. Vejo as mulheres super engajadas, revolucionando e evoluindo por seus direitos... mas vejo o homem muito parado, como se precisasse se manter do jeito que se foi e que se é.", explica Caio.


O artista chama a atenção para mostrar que existem sim homens mudando e homens que querem essa mudança, afinal, a imagem do masculino está recorrentemente associada ao sujeito provedor, ao dono da verdade, à arrogância como status-quo e à uma espécie de brutalidade, como validação do selo de masculinidade. E é justamente para propor esse olhar mais afetuoso e generoso para com os próprios homens que as obras têm sido construídas gradativamente.


"Sei que há muito o que precisa ser feito, mas precisamos enaltecer as mudanças que já estão acontecendo por parte de muitos homens, ainda que de maneira mais tímida. Faz uns três meses que passei a postar esses trabalhos. O assunto não é novo, mas o trabalho sim. Muita gente já tem me procurado para a gente dialogar a respeito. Algumas pessoas entram em contato comigo elogiando, questionando... mas entendo que tudo ainda está no começo. Espero que mais pessoas se identifiquem pra que possamos evoluir juntos.".


AUDACIOSO

O NOVO HOMEM não aceita viver nos padrões estabelecidos pelos outros, conhece e sabe quais são os seus valores! não tem vergonha de mostrar ao que veio! Chega chegando, mostra seus interesses e vontades. Quem quiser, ótimo , quem não quiser, ótimo também .

Uma coisa que encanta os olhos de quem tem contato com as obras de Caio Freixo é a combinação da imagem postada com o texto reflexivo que a acompanha. Para isso, ele brinca muito ilustrações digitais que revelam diferentes corpos, diferentes sensações e diferentes recortes íntimos. Há ilustrações que mostra corpos gordos, magros, atléticos, em momentos casuais que vão desde a timidez até biscoitagem nas redes. Isso gera uma empatia imediata em quem para pra conhecer o conteúdo.


"Eu quase caí numa roubada de ficar só nos corpos musculosos e biscoiteiros. Já que quero enaltecer todos os homens que estão pensando diferente, estão agindo diferente... não há como escolher um modelo só, um padrão. O homem gordo se ama e sabe que tem gente que gosta do homem gordo. O magrelo também, o bombado... e por aí vai! A gente tem que se amar com as nossas características, mesmo que não gostemos de algumas. São homens que passaram por minha vida, que me enviam fotos e que eu vou buscando como referência pro meu estilo de trabalho. Aí começa o processo de ilustração, de pesquisa e desenvolvimento da obra em si."

Os trabalhos estão disponíveis para venda

No site do artista, é possível ver diferentes linhas de trabalho através de seu portfólio virtual. Obras que passeiam por estações de acordo com o processo criativo e com as experiências de vida. Essa versatilidade de repertório também é determinante para a difusão de suas obras.


"Eu já trabalhei com inúmeros materiais ao longo da minha vida. Fiz muitos trabalhos publicitários e a arte sempre vinha em paralelo. Experimentei muitas modalidades e técnicas diferentes. Hoje, morando em Brasília, tô somando ao meu conhecimento com ferramentas digitais a minha própria arte. Tô trabalhando com impressão digital em fine art, tanto em canvas quanto em papel fotográfico. As pessoas podem me pedir trabalhos de inúmeras formas... Seja mandando foto de uma parede pra eu sugerir algo ou escolhendo uma arte que eu já tenha pronta para impressão. Tudo é conversado.".


FÉ | ESPIRITUALIDADE | AUTOCONHECIMENTO

O NOVO HOMEM está em busca de autoconhecimento, quer saber quais são suas qualidades e suas deficiências. através de terapias, meditação e também no caminho da fé. Seja lá qual for a religião. O importante é o equilíbrio e a paz de espírito que estamos precisando mais do que nunca.

"Eu acredito que essa série do novo homem é um divisor de águas em minha carreira. Estou com alguns trabalhos em andamento, mas quero falar sobre essa temática... as obrigações e o peso de ser homem. Realmente, este é num tema que eu quero discutir daqui pra frente em meus trabalhos: Masculinidade, sexo, o corpo masculino... Tudo isso tem me ajudado muito como pessoa. Me liberto quando falo sobre esse assunto através desse trabalho.", conclui.


Para conhecer melhor o trabalho de Caio Freixo, acesse:

Instagram: @caio.freixo

Site: https://www.caiofreixo.com/

1/3