POR QUE A IMAGEM DE LAÇOS DE FAMÍLIA ESTÁ ESTRANHA?

Os telespectadores mais atentos perceberam que há algo diferente na imagem de "Laços de Família". Isso acontece porque a versão original da trama foi gravada no formato 4:3 e a emissora optou por manter a proporção original ampliando o espaço de tela. Isso ocasionou cortes do enquadramento e reclamação na internet.

_Que imagem horrível!

_Tá desfocado!

_Helena tá sem pescoço? Por Amor nem tava assim!


Realmente a primeira semana da novela esteve com uma imagem bem estranha no Vale a pena ver de novo, mas calma, telespectadores! Após muitas reclamações na internet, a Globo já deu uma apaziguada no efeito de zoom que surgiu e que deixou a tela meio pixealizada. Agora vamos contar como tudo foi feito...


A gente sabe que foi muito perceptível a edição dos quadros originais de "Laços de Família". Não podemos esquecer, claro... que é uma novela produzida há 20 anos, época em que os televisores de tubo tinham o formato padrão de 4:3. Aqui no Brasil, lá pra 2002, é que começamos a ver imagens em 16:9 através dos aparelhos de DVD. O formato mesmo só foi consolidado no Brasil a partir de 2011 e isso fez com que programas antigos, quando exibidos nesse novo formato widescreen tivessem que ser adaptados.


Existem três maneiras de solucionar a questão de uma imagem antiga:

1 - A primeira é assumir as duas barras laterais e manter a imagem original. A Record TV e o SBT fazem muito isso com as reprises de novelas e seriados;

2 - Apenas eeeesticar a imagem original para caber no novo formato. Algo que o Canal Viva já faz há muito tempo. A solução, embora prática, distorce muito a qualidade original, mas disfarça bem;

3 - Manter o formato original, cortando da tela aquilo que no formato anterior seria excedente, que é o que tem acontecido com a reprise de "Laços de Família".


ENTENDA O CASO...

A última novela da Globo reprisada no formato original foi "Anjo Mau", de 1997. A novela passou em 2016 ainda quadradinha e com as barras laterais. A partir daí todas as tramas mais antigas que entraram no Vale a pena ver de novo tiveram esse formato ampliado. Como solução, parte d s cantos superiores e inferiores das telas originais simplesmente foi descartada. Com "Senhora do Destino" dava até agonia de ver. Parecia zoom mesmo. O mesmo ocorreu com "Belíssima" e "Celebridade". No caso de "Por Amor", a versão exibida foi provavelmente a aproveitada pelo Canal Viva. Não nos esqueçamos de que ela passou no Viva em 2017 e no Vale a pena em 2019. Agora, com "Laços de Família", esse formato de corte se manteve.

A parte inferior da tela foi realmente suprimida da edição. Os primeiros 5 capítulos realmente foram bem estranhos. Parecia algo apertado, claustrofóbico. Essa escolha mantém as proporções originais dos atores, sem engordá-los no vídeo, além de tentar manter a pixealização exata, pois é como se a tela antiga apenas se reenquadrasse nos novos televisores, sem mexer nas linhas de imagem.


A mudança estrutural para a exibição da novela não foi apenas nas imagens, mas também na arte gráfica. Tanto a abertura quanto as vinhetas de intervalo e o logotipo sofreram alterações. A abertura tentou preservar ao máximo as ilustrações que retratava o bairro do Leblon, porém, para essa nova exibição, trechos da tela, a exemplo das cenas, foram eliminados do campo de visão. Novas fontes de crédito e um contraste maior nas cores foram adicionados, como mostra a imagem abaixo:

Para esta segunda semana de novela, a Globo tentou amenizar esse efeito de zoom e acrescentou pequenas e discretas barras pretas nas laterais. Parece pouco, mas já deu pra perceber uma melhora considerável da imagem final.

Há quem nem ligue ou que nem se importe com essa adaptação. Se só os mais atentos percebem, o que importa é que para uma nova geração, é a primeira oportunidade de conhecer esse clássico da televisão brasileira. E sim... 20 anos não são 20 dias. Com pescoço, sem pescoço, com pés e sem pés, "Laços de família" não perdeu o seu charme! Vale a pena ver de novo, sim!


#Valeapenaverdenovo #LaçosdeFamília #VeraFischer #ManoelCarlos #Reprise


1/5

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com