VOCÊ SABIA QUE A NOVELA "TIETA" TEVE DOIS TEMAS DE ABERTURA?

A trama de Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzshon teve inicialmente como tema de abertura a música "Vem Morena", de Nana Caymmi, mas foi trocada por "Tieta", lambada de Luiz Caldas, nas vésperas da estreia.

Isadora Ribeiro nos bastidores da gravação

"Tieta" é quase unanimidade. Uns gosta mais, outros gostam menos, mas todo mundo gosta! A novela tem figurado em muitos stories e postagens do instagram. São fãs de todo o Brasil e de outros países que maratonam a novela na plataforma Globoplay. São 196 capítulos curtos. Cada um tem, aproximadamente, 40 minutos. Tirando o clipe de "Cenas do Próximo Capítulo", a novela tem uma média de 37 minutos por episódio. Se a pessoa for assistir a 3 por dia, consegue maratonar tudo em dois meses, fácil facil.

Passo a passo da projeção em tela.

A abertura da novela é uma das mais emblemáticas da televisão. Aliou sensualidade extrema e a alta tecnologia para mostrar uma mulher que se funde com a natureza de Mangue Seco, litoral da Bahia. A vinheta consagrou a modelo e atriz Isadora Ribeiro, que já havia repercutido bastante como a modelo de abertura da vinheta de 1987 do "Fantástico". A modelo, aliás, participou do último capítulo da novela como a nova teúda e manteúda de Modesto Pires (Armando Bogus), uma das personagens de maior destaque da trama. O trabalho ficou da vinheta a cargo de Hans Donner, Bene Rizzo, Nilton Nunes e Alexandre Sadcovtz.

Equipe ajustando cenário

Para a produção da abertura, feita em estúdio, a modelo ficava num cenário com tela projetada em papel papel vegetal com fotos de mangue seco. Com muita computação gráfica, que cortou a imagem em 486 linhas e fazer cada ter um fotograma atrasado, o que possibilitou o efeito distorcido e, pasme... A música-tema utilizada como base para a construção e edição de abertura foi "Vem morena", música de Danilo Caymmi e Paulo César Pinheiro interpretada pela baiana Nana Caymmi. A edição se casa direitinho com a música de Nana, que foi reprovada pelos executivos da Globo. A pedido de Boni, a trilha precisou ser alterada e ele mesmo escreveu uma nova letra com Paulo Debétio para ser cantada por Luiz Caldas. Se você reparar bem, a música "Tieta", do rei da axé-music se casa direitinho com o vídeo final já montado e editado. Foi feito, literalmente, a toque de caixa. A substituição de um ritmo de MPB para uma mistura de lambada/axé foi extremamente assertiva e "Tieta" não seria a mesma sem os versos de Caldas. Existe até um vídeo no Globoplay que explica o passo a passo. Já numa entrevista de Hans Donner na TVE, é possível notar que a primeira música era diferente.

Isadora Ribeiro em diferentes momentos da gravação

Já "Vem Morena" ganhou novo arranjo e algumas modificações na estrutura e foi novamente gravada por Nana, entrando na Trilha Sonora Volume 2 da novela. Para incorporá-la à trama, utilizaram a canção como segundo tema da personagem Carol (Luiza Tomé) na reta final da novela. Os mais atentos percebem que a música tocou pouquíssimas vezes. Se tocou quatro vezes na novela, tocou muito. Carol já tinha um tema cativo, interpretado pelo cantor Fagner: a música "Amor Escondido".


O assunto veio à tona depois da publicação de um vídeo na série do IGTV "Aberturas de Novelas Comentadas", que analisa de maneira semiótica e com pitadas de bom humor algumas vinhetas clássicas da teledramaturgia. Você pode conferir os vídeos da série CLICANDO AQUI!

1/5

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com