top of page

O PROJETO CARAVANA JUNINA CIRCULOU POR QUATRO CIDADES

Com o objetivo de oferecer Palestras e Oficinas Formativas voltadas a apreciadores dança de quadrilha junina, o projeto cumpriu seu ciclo com alta adesão de participantes.

Com foco na formação de novos integrantes, o projeto “Oficilestras – Uma Caravana Junina” realizou um intensivo teórico prático sobre as etapas que compõem o fazer artístico do quadrilheiro. Foram cerca de oito horas de curso por cidade. Para isso, a produção uniu nomes fortes da cena local que atuarão como Oficineiros, abrangendo diferentes áreas do campo artístico ao qual os dançarinos estão envolvidos.


Arte-Educadores, Professores de História, Diretores Teatrais, Figurinistas, Maquiadores e Coreógrafos fizeram parte desse intensivão cultural, auxiliando na formação de novos quadrilheiros e na manutenção dessa arte extremamente importante nas periferias de Brasília. No conteúdo, Desdobramentos Históricos das Manifestações Populares Brasileiras e Treinamentos Físicos, Coreográficos e Cênicos com profissionais do DF, além de confraternização artística final.


Pessoas de diferentes quadrilhas juninas participaram das ações propostas. Pensando também em acessibilidade, o projeto contou com um professor tradutor e intérprete de libras exclusivo que acompanhou todas as oficinas.

Idealizado pelo artista popular e produtor cultural Gutemberg Lopes, atual coordenador da Quadrilha Eita Bagaceira, de Ceilândia, o projeto nasceu com a missão de Estimular, Ensinar e Contextualizar a nova geração de dançarinos de quadrilhas juninas por meio das Oficilestras (Oficinas e Palestras). A proposta visa conquistar dançarinos de todas as quadrilhas juninas do Distrito Federal e RIDE e entusiastas do gênero.


Para a equipe de produção, realizar a Caravana Junina é devolver ao DF e cidades próximas toda a receptividade oferecida às muitas gerações de dançarinos de quadrilha junina que passaram, que passam e que passarão pelos arraiais que animam o público e artistas.


Ao final dos encontros, haverá uma Confraternização Artística que marcará o fim do projeto, contando com os participantes das quatro cidades atendidas: Ceilândia, Samambaia, Planaltina de Goiás e Paranoá. Todos os participantes receberão certificação de conclusão de curso e a ação só foi possível por meio de recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.


QUEM FAZ


Coordenação Geral: Renata Marinho

Produtor Cultural: Guto Lopes

Assistente de Produção: Ricardo Zen

Assessor de Imprensa: Josuel Junior

Gestão de Mídias Sociais: Jadson Castro

Oficineiro I - Historiador (Alisson dos Santos)

Oficineiro II - Preparador Físico (Marcos Vinicius)

Oficineiro III - Preparador Cênico (Paulo Russo)

Oficineiro IV - Direção Cênica (Gilson Cezzar)

Oficineiro V - Criação Coreográfica Básica (Guto Lopes)

Oficineiro VI - Criação Coreográfica Avançada (Mayra Mel)

Oficineiro VIII – Tradutor Intérprete de Libras (Rodrigo Machado)


Este projeto conta com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal

Comments


bottom of page