top of page

NOVEMBRO NEGRO NO ESPAÇO CULTURAL RENATO RUSSO - DF

Três Dias de Reflexão e Celebração da Cultura Afro-Brasileira. De 24 a 26 de novembro. Acesso livre.

Cristiane Sobral - foto de Thais Mallon

O Espaço Cultural Renato Russo promove, de 24 a 26 de novembro, o Novembro Negro, em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrada no dia 20. Serão três dias totalmente dedicados à cultura afro-brasileira com objetivo de intensificar as reflexões sobre a pauta antirracista e comemorar a riqueza e a diversidade da herança africana no Brasil.


"É de fundamental importância que o Dia da Consciência Negra tenha ampliado o debate e se tornado o mês da consciência, mas que a gente possa todos os dias ao longo do ano estimular esse pensamento crítico. A cultura tem um papel fundamental nesse combate às violências raciais, e trabalhamos diuturnamente para que seja mais um espaço de acolhimento, reconhecimento e celebração da nossa diversidade", comenta Cláudio Abrantes, Secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.


“O 20 de Novembro é de luta, mas também de celebração. A data, que assinala a morte de Zumbi dos Palmares, nos inspira ao combate diário ao racismo e à luta para que o Brasil seja um país equitativo e não racista ao mesmo tempo, é uma data para celebrarmos, para enaltecermos a negritude do Brasil”, explica Leandro de Carvalho, coordenador da Semana de Consciência Negra do Espaço Cultural Renato Russo.


A programação inicia no dia 24/11, às 17h, com o Sarau Vozes Negras, com a presença dos escritores Cristiane Sobral, Luciano de Sá e Nanda Fer Pimenta. A edição especial do Sarau 508, promovido mensalmente na Biblioteca de Artes Ethel de Oliveira Dornas/Gibiteca TT Catalão, também terá microfone aberto para participações e sessão de autógrafos de livros dos poetas.


No sábado (25) pela manhã, a Feira Katendê celebra a economia criativa afrocentrada, promovendo produtos artesanais, jóias e livros de empreendedores locais. O Espaço Exaltação, liderado por Paula Olivio, oferece uma experiência de tranças, maquiagem e turbantes, promovendo o empoderamento das pessoas negras. À tarde, na Praça Central, o Projeto Conexão Charme.br apresenta oficinas de dança, poesia, grafite, moda sustentável e fotografia, seguido por apresentações artísticas e um animado Baile Charme, destacando a soul e black music.


No domingo (26), a programação continua com a Feira Katendê na Praça Central, seguida por oficina de capoeira para crianças com o Mestre Foca. O Grupo Obará apresenta Elegbá Música e Dança Afro destacando a diversidade de seu trabalho, com cânticos, danças e toques de tambor. Na parte da tarde, Marcelo Café e o grupo Já Chegou Quem Faltava animam a Praça Central com roda de samba que mescla elementos do cotidiano, amor e questões sociais e raciais.


E para fechar o Novembro Negro, o espetáculo "Quarto de Sonhar: Carolina Maria de Jesus", no Teatro Galpão Hugo Rodas. Uma celebração do legado da renomada escritora com trechos de "Quarto de Despejo: diário de uma favelada" e composições musicais.


A programação do Novembro Negro é uma iniciativa do Instituto Janelas da Arte em parceria com a Secretaria de Cultura do Distrito Federal, por meio do termo de colaboração para composição da programação do Espaço Cultural Renato Russo.


Para mais informações e detalhes sobre a programação, visite o site oficial do Espaço Cultural Renato Russo ou acompanhe @espacoculturalrenatorusso nas redes sociais.


PROGRAMAÇÃO


24 de novembro - Sarau Vozes Negras

17h - Abertura

Local: Biblioteca de Artes Ethel de Oliveira Dornas/Gibiteca TT Catalão


17h15 - 19h - Participações e Microfone Aberto

Local: Biblioteca de Artes Ethel de Oliveira Dornas/Gibiteca TT Catalão

Cristiane Sobral, Luciano de Sá, e Nanda Fer Pimenta apresentam suas realidades através de poesia e reflexões. O microfone aberto permite que a comunidade compartilhe suas próprias experiências.


25 de novembro

10h às 19h - Feira Katendê - II Raízes Ancestrais

Local: Praça Central

O Projeto Katendê foi criado em 18 de agosto de 2021, visando apoiar empreendedores da Comunidade de Povos Tradicionais de Matriz Africana, Manzo Kalla Muisu, situada em Sobradinho dos Melos. A ideia era unir os conhecimentos de artesãos que aprenderam ou aprimoraram ainda mais seus ofícios durante a pandemia. Assim, a Feira Katendê foi realizada para acelerar a economia das pessoas dessa comunidade. Atualmente, a Katende Nganga Produções e Eventos se tornou uma realidade, alcançando incontáveis artesãos que encontram em sua proposta de realização de feiras e formações um diferencial para a economia criativa afrocentrada do Distrito Federal. Suas feiras são realizadas em parceria com pontos de cultura, espaços culinários e artistas das periferias do DF, destacando produtos diversos produzidos na cidade, desde jóias artesanais até livros, roupas, instrumentos musicais, jardinagem e decoração, utilizando matérias-primas como a piaçava.


10h às 20h - Espaço Exaltação - Maquiagem e Trança

Local: Galpão das Artes

Paula Olivio, uma experiente trancista com mais de duas décadas de atuação, é proprietária do salão Estúdio África e assume a Presidência da Associação Obinrin Badu, dedicando-se a profissionalizar pessoas em situação de vulnerabilidade, especialmente mulheres negras, que apesar de serem a base de sustento do nosso país são as que mais lutam por um lugar no mercado de trabalho. Sua missão é exaltar a beleza, a força e a essência dessas mulheres e faz isso através do Projeto Exaltação que oferece cursos de trança, maquiagem e turbante, bem como dias de beleza exclusivos. Seu comprometimento e expertise não apenas ressaltam a beleza externa, mas também promovem o empoderamento dessas mulheres, permitindo-lhes reivindicar seu merecido lugar na sociedade e no mundo profissional.


15h às 21h - Programação Conexão Charme.br

O charme, mais que um estilo de dança, é uma expressão cultural que encanta pela simplicidade dos passos e pelo gingado. Originado nos anos 1980, nos Estados Unidos, mistura elementos de soul e black music. No Brasil, o movimento charme, batizado pelo DJ Corello no Rio de Janeiro em 1980, persiste como uma influência cultural duradoura nas comunidades. A produtora cultural e educadora Priscila do Carmo, carioca e apaixonada pelo ritmo, trouxe o charme para Sobradinho 2 por meio do projeto Figuras da Dança. No Novembro Negro, o grupo oferecerá oficinas de arte, apresentações artísticas e um animado Baile Charme com Djs animando o público com muita Música Preta e dançarinos conduzindo os melhores passinhos para não deixar a pista parada.


15h às 17h - Oficinas de Dança livre e passinhos de Charme; Break; Poesia; Grafite; Moda sustentável e Fotografia

Local: Galpão das Artes


17h às 18h - Apresentações artísticas

Local: Praça Central


18h às 21h - Baile Charme

Local: Praça Central


26 de novembro

10h às 19h - Feira Katendê

Local: Praça Central

Continuação da Feira Katendê, proporcionando outra oportunidade de apoiar empreendedores locais.


14h às 15h - Elegbá - Música e Dança Afro

Local: Praça Central

O Grupo Cultural Obará, cia de Arte negra do DF, criada há mais de 15 anos tem como objetivo difundir a cultura negra dentro de escolas e espaços culturais da cidade, para crianças, adolescentes e adultos, traz nesse Mês da Consciência Negra para o espaço Cultural Renato Russo, um Pocket Show com as suas várias frentes de trabalho, fazendo através dos cânticos, danças e toques de tambor uma menção a Exu que é a grande esfera da Comunicação, o mensageiro,o Guardião!


Oficina de Capoeira para Crianças com Mestre Foca

Local: Praça Central

Mestre Foca oferece uma experiência educativa e cultural para as crianças, promovendo a tradição da capoeira.


15h às 19h - Marcelo Café e Já Chegou quem Faltava

Local: Praça Central

Apresentações musicais que mesclam elementos do cotidiano, amor e questões sociais e raciais, oferecendo uma visão única da experiência negra no Brasil.


19h às 21h - Espetáculo "Quarto de Sonhar: Carolina Maria de Jesus"

Local: Teatro Galpão Hugo Rodas

Cobrança: R$ 10,00 a meia entrada pelo sympla

Uma celebração do legado e da história de uma das maiores escritoras da literatura brasileira, Carolina Maria de Jesus. Além de apresentar trechos emblemáticos da sua mais célebre obra, o livro "Quarto de Despejo: diário de uma favelada", o espetáculo levará ao palco algumas composições musicais de Carolina – outra faceta dessa multiartista. Um espetáculo que fala de um país marcado pela injustiça social e pelo racismo estrutural, sem deixar de esperançar e sonhar um futuro mais digno para todas as humanidades desse mundo.


PROGRAME-SE

Data: 24 a 26 de novembro

Local: Espaço Cultural Renato Russo, Brasília

Classificação: Livre

Entrada: Gratuita *

*com exceção do Espetáculo "Quarto de Sonhar: Carolina Maria de Jesus"

Comments


bottom of page