FLAVIO MIGLIACCIO - O COADJUVANTE QUE TODO MUNDO LEMBRA

São raras as vezes em que um ator é lembrado pelo público por papeis coadjuvantes em novelas e séries. Com Flavio Migliaccio, acontecia um fenômeno incomum: O público lembrava da personagem dele, mas não sabia qual era a novela.

Reprodução: Internet

O Brasil teve logo cedo a notícia da morte do ator Flavio Migliaccio. Para a coluna de Fábio Oliveira, do jornal O Dia, o advogado de Migliaccio, Sylvio Guerra disse que ligou para o filho de Flávio informando que o caseiro do sítio da família o encontrou morto. As notícias ainda serão melhor apuradas no decorrer do dia.


Flavio teve a carreira iniciada já com um sucesso. Em sua primeira novela, "O Primeiro Amor" (1972) fez dupla com Paulo José. Os dois deram vida a Xazan e Xerife, que logo marcou a geração de crianças da década. Após a novela de Walter Negrão, a dupla ganhou seriado próprio, lembrado por muitas pessoas.


Artes via e10blog

Com atuação forte, participou de muitos, muitos clássicos da televisão, como "O Astro", "Pai Herói", Rainha da Sucata", "Perigosas Peruas", "Incidente em Antares", A Próxima Vítima", "Senhora do Destino" e "Êta Mundo Bom". Em 1998, na novela "Era Uma Vez...", o autor Walter Negrão incorporou à trama Xazan & Xerife. A novela tinha apelo infantil e a dupla ressurgiu numa espécie de homenagem aos atores. Ainda na televisão, teve grande destaques em três obras:


"Rainha da Sucata", onde deu vida ao quitandeiro Seu Moreiras, pretendente de Dona Armênia, vivida por Aracy Balabanian;


"Perigosas Peruas", onde interpretou o Delegado Venâncio, pai da protagonista Cidinha, de Vera Fischer. Venâncio sempre renegou o filho mais novo, acusando-o de assassino. Ao final da novela, o público descobre que ele é quem havia cometido um crime.


"A Próxima Vítima" foi um marco na vida de muitos atores. Na novela, o Tio Vitinho viviam em conflito com Zé Bolacha (Lima Duarte), que sempre o repreendia pelo bordão "Pedra não fala!". O clima de mistério, inclusive, sugeriu que Vitinho soubesse mais do que o necessário sobre a onda de crimes da novela. Ao final, a carismática personagem ganha forma um par romântico com Catarina Abdalla.

Artes via e10blog

A última novela de Flavio foi "Órfãos da Terra", em 2019, porém, o que público guardou mesmo na memória foi o divertido Seu Chalita, da série "Tapas & Beijos", que chegou ao fim em 2015.


O ator tinha 85 anos.


Fontes de Montagens Fotográficas do site http://e10blog.blogspot.com/

1/5

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com