top of page

"DEPOIS DESSE DIA FELIZ" ENTRA EM TEMPORADA NA CASA DOS QUATRO/ DF

Com Alexandre Ribondi e Leonardo Vieira Teles no palco, espetáculo fica em cartaz entre sexta (14) e domingo (16) na Casa dos Quatro.

Foto: Morillo Carvalho

Dentre as marcas incuráveis que um ser humano pode ter, certamente a ausência parental está entre as mais fortes. E é sobre como se forja um ser humano a partir de uma ferida como essa que se desenrola "Depois Desse Dia Feliz". O texto, de Alexandre Ribondi, que também dirige e atua na peça, é apresentado em curtíssima temporada entre sexta (14) e domingo (16), no Espaço Multicultural Casa dos Quatro, na quadra 708 Norte.


Para desenrolar a trama, são apresentados dois homens: Amado (mais velho) e Benvindo (mais jovem). O mais velho toma a iniciativa de escrever uma carta de próprio punho a quem ele sabe que existe, mas que nunca viu, e com quem nunca conversou. A carta tem um convite sucinto: “Venha”. O homem mais novo aceita, sem ter ideia do que se trata.


"Quando os dois finalmente se encontram, pisam em ovos. Não sabem como se olhar, não sabem sobre o que conversar. Pouco a pouco, velhas fotografias, de mais de 25 anos, são apresentadas. E são elas que começam a contar o que deve ser dito. E antigas histórias passam a ser lembradas: os sorrisos de alguns, a solidão de outros, as bocas, as coxas, a cintura, o sexo", revela o autor.


Finalmente, as personagens descobrem, com palavras e ações, o que cada um representa para o outro. "Mas os eles não são apanhados por sentimento de culpa, não se curvam diante dos possíveis pecados cometidos, não acham que criaram motivos para a destruição dos corações. O que eles sabem é que, a partir desse primeiro encontro, suas vidas tomarão rumos inesperados", completa Leonardo.


Sobre os artistas


Alexandre Ribondi se dedica, cada vez mais, à direção teatral em suas oficinas na Casa dos Quatro, da qual é diretor artístico, e à escrita. Com mais de 50 anos de atuação e militância pela arte cênica na capital, lançará, em breve, o quarto livro de sua trajetória na escrita: "O Amor ao Meio-Dia", pelo novo selo editorial Droperia Cultural.


Leonardo Vieira Teles, da geração de novos atores da cidade, está em sua segunda produção com direção e texto de Alexandre Ribondi: em 2020, atuou em "Virilhas", um dos grandes sucessos do dramaturgo. No cinema, esteve em "Vagabunda de Meia Tigela" - grande sucesso de Octávio Chamorro (diretor de Rensga Hits) e "Tenho Local", de Mauro Carvalho e Thiago Cazado, entre outras produções.


PROGRAME-SE

Texto e direção: Alexandre Ribondi

Elenco: Alexandre Ribondi e Leonardo Vieira Teles

Operação técnica e luz: Josias Silva

Produção: Casa dos Quatro

Duração: 50 minutos

Classificação: 14 anos

Local: Casa dos Quatro - SCLRN 708, Bloco F, Loja 42 - Asa Norte - Atrás do Restaurante Xique-Xique (na Rua das Oficinas).

Horários: Sexta e sábado às 20h e domingo às 19h

Comentarios


bottom of page