top of page

CIA. OS FOFOS ENCENAM FESTEJAM SEUS 20 ANOS EM 2022

Projeto conta com lançamento de livro comemorativo e experimento cênico audiovisual dirigido por Márcio Abreu, sobre a construção de um futuro menos distópico e mais coletivo.

Foto: Ligia Jardim

A companhia Os Fofos Encenam faz uma retrospectiva de seus 20 anos de estrada e propõe uma reflexão sobre o futuro da nossa sociedade e da cultura no projeto Aquilo Deu Nisso, composto por um experimento audiovisual criado a partir de 12 ações performativas realizadas em diferentes locais da cidade de São Paulo.


Além desse experimento, o projeto prevê o lançamento de um livro comemorativo: Os 20 anos: retrospectiva, celebração e novos rumos da Cia. Os Fofos Encenam.


O projeto, que começou a ser elaborado no momento mais conturbado da pandemia de Covid-19, nasce do seguinte questionamento: sobre que terra vamos construir o futuro? Trata-se de uma investigação sobre os acontecimentos sociais e políticos do Brasil nos últimos anos.


Para conduzir esse processo criativo, o grupo convidou o diretor Márcio Abreu, da Companhia Brasileira de Teatro. O grupo, que nestes 20 anos sempre teve projetos artísticos propostos pelos diretores Newton Moreno e Fernando Neves, propõe neste Aquilo Deu Nisso uma mudança de comando. A ideia do projeto foi pretendida por uma das atrizes, Erica Montanheiro, que sugeriu o nome de Abreu para conduzir o processo. E vale dizer que o deslocamento das mulheres para posições de liderança no projeto é inédito: Montanheiro e Rafaela Penteado coordenaram pela primeira vez dentro do grupo a oficina de dramaturgia aberta ao público; Cris Rocha e Kátia Daher lideraram ao lado de Fernando Neves a oficina de Circo-Teatro e a equipe de filmagem do experimento foi toda composta por mulheres: Julia Rufino (direção audiovisual), Alícia Peres (direção de fotografia) e Luiza Akimoto (captação de som direto e mixagem som).


Esse processo resultou em uma série de ações performativas que foram realizadas na rua, em diferentes pontos de São Paulo – algo que só é possível agora, após a retomada cultural decorrente do abrandamento da pandemia de Covid-19. É isso que o público poderá conferir no experimento audiovisual.


Cada uma dessas ações foi criada a partir de questões como: É possível continuar fazendo teatro coletivamente após vinte anos de criação? Como se rearticular permanentemente em relação ao tempo histórico? Como o desmonte da cultura atinge a sociedade civil?


E o elenco traz Carlos Ataíde, Carol Badra, Cris Rocha, Eduardo Reyes, Erica Montanheiro, Fernando Neves, Kátia Daher, Marcelo Andrade, Paulo de Pontes, Rafaela Penteado, Simone Evaristo, Silvia Poggetti e Zé Valdir. A direção musical é de Fernando Esteves em colaboração com a cia.


O livro

Além do experimento audiovisual, a companhia também prevê no projeto a publicação de um livro em comemoração à trajetória de 20 anos dos Fofos, coordenado por Newton Moreno e Luciana Lyra. A versão digital do livro estará disponível no site da cia. a partir do dia 17 de outubro.


A obra, que terá ainda a distribuição de 100 cópias da versão impressa gratuitamente, tem como proposta refletir sobre essa história do grupo a partir de fotografias dos muitos trabalhos criados ao longo de sua trajetória.



QUEM FAZ (experimento audiovisual) Direção: Márcio Abreu Assistência de direção: Cris Rocha, Erica Montanheiro e Rafaela Penteado Elenco: Carlos Ataíde, Carol Badra, Cris Rocha, Eduardo Reyes, Erica Montanheiro Fernando Neves, Kátia Daher, Marcelo Andrade, Paulo de Pontes, Rafaela Penteado, Simone Evaristo, Silvia Poggetti e Zé Valdir. Cenografia: Marcelo Andrade Adereços: Zé Valdir Figurino: Carol Badra Direção musical: Fernando Esteves e cia. Os Fofos Encenam Fotografia: Ligia Jardim Direção Audiovisual: Julia Rufino Direção de Fotografia: Alícia Peres Direção de Som: Luiza Akimoto Montagem: Julia Rufino Assessoria de imprensa: Pombo Correio Motorista: Leandro de Andrade

Assistente de produção: Lucas Cardoso Administração e financeiro: Gisely Alves - Corpo Rastreado Produção: Leo Devitto e Lud Picosque - Corpo Rastreado

Realização: Os Fofos Encenam, Secretaria Municipal de Cultura – Programa Municipal de Fomento ao Teatro para cidade de São Paulo – Prefeitura de São Paulo.


PROGRAME-SE (experimento audivisual) Aquilo Deu Nisso, d’Os Fofos Encenam Temporada: de 7 a 16 de outubro a 20h, com exibições extras dias 8, 9, 15 e 16 às 17h Onde: Canal Youtube da Corpo Rastreado Ingressos: gratuito Classificação: livre


Comments


bottom of page