BUMBA-MEU-BOI DE SEU TEODORO REALIZA PROJETO PARA ALUNOS DA REDE PÚBLICA DO DF

Entre fevereiro e março, a iniciativa do grupo proporciona a estudantes da escola pública vivências no Centro de Tradições Populares de Sobradinho.

De 21/02 a 14/03, a segunda edição do projeto Tradição e Educação, concebido pelo Bumba Meu Boi de Seu Teodoro, realiza incursões de estudantes da rede pública ao Centro de Tradições Populares, em Sobradinho-DF, com o propósito de possibilitar entretenimento, aprendizagem e vivências sobre as raízes dessa essencial manifestação cultural brasileira.

A realização fica por conta do Instituto Rosa dos Ventos e do Centro, já o fomento é da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.


O projeto

A ideia central do Tradição e Educação II é a de trazer crianças do ensino fundamental para dentro do Centro de Tradições Populares, um dos berços da cultura tradicional candanga. Com isso, a organização pretende provê-las de ferramentas e conhecimentos sobre sua ancestralidade, buscando transformar o mundo pela arte e pelo afeto. A partir dessa vivência, buscam ainda incentivá-las a apropriar-se de um espaço tão representativo da identidade e das tradições populares.

A programação prevê, inicialmente, a recepção das turmas por Mestra Maria, matriarca do grupo, seguida de uma aula de bordado e de música — para contar história do Bumba Meu Boi — ministrada por Mestre Gilvan do Vale, puxador das toadas e membro do grupo há 28 anos. Por fim, uma sessão de histórias e de cantorias com os filhos do saudoso Teodoro e detentores dos saberes da tradição, Mestra Tamá Freire e Mestre Guará Freire.

Mestre Guará conta sobre como se sente diante da proposta de seu grupo: “é uma satisfação para nós poder mostrar a essas crianças como o boi surgiu, qual é nosso enredo, falar sobre nossas indumentárias, coreografias, enfim, sobre nossas raízes. Ficamos muito alegres de poder mostrar tudo isso em nosso próprio espaço, passando nosso legado, formando novas plateias e mantendo nossa história viva”.

A presidente da Rosa dos Ventos, Stéffanie Oliveira, compartilha sua perspectiva a respeito do projeto: “entendemos essa ação como parte de uma série de iniciativas anuais que visam à manutenção do festejo e do respeito a nossa história, a nossa ancestralidade e a nossas tradições. É natural e necessário querer manter as raízes de nossa formação identitária, uma vez que sabemos de sua importância para celebrar nossa existência na sociedade. O Tradição e Educação celebra, pois, a humanidade e a coletividade por meio da arte”.


Tradição e qualidade

Esta é a segunda edição do projeto, que ocorreu, pela primeira vez, em 2019, atendendo a 10 escolas de Sobradinho I e de Planaltina. Já em 2022, com a perspectiva de retomada das aulas e de ampliação das escolas naquelas cidades satélites, o projeto melhorou sua execução oferecendo oficinas práticas de bordado, percussão e dança, ministrada por integrantes do grupo.

O Centro

Fundado em 1963, na cidade de Sobradinho, o Centro de Tradições Populares abriga o Bumba Meu Boi de Mestre Teodoro — reconhecido como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial em 2004 —, o grupo Tambor de Crioula e o Bumba Maria Meu Boi. Durante seu calendário anual, provê uma série de ações formativas: dança, bordado, música, ensaios, festejos e confecção de figurinos e de instrumentos à tradição.


PROGRAME-SE Tradição e Educação II — Bumba Meu Boi de Seu Teodoro.

ONDE: Centro de Tradições Populares — Sobradinho-DF.

Cronograma:

Fevereiro

  • 21/02: Centro de Ensino Fundamental 03 — Quadra 6 de Sobradinho;

  • 23/02: Escola Classe 15 — Quadra 3 de Sobradinho;

  • 24/02: Centro de Ensino Fundamental 05 — Quadra 10 de Sobradinho;

  • 25/02: Centro de Ensino Fundamental 01 — Quadra 2 de Sobradinho

Março: De 07 a 14, o projeto segue com outras escolas de Sobradinho, que ainda estão em processo de seleção.

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...