top of page

“A NOITE CAI QUANDO ELA QUER” NO TEATRO FIRJAN - SESI CENTRO/ RJ

Os coreógrafos Marcelo Evelin e Latifa Laâbissi propõem uma colaboração em forma de cruzamento imaginário e sonoro: uma vigília alucinada na presença de três criaturas incandescentes, trabalhando o corpo com as imagens, vozes e estados que passam por eles.

Foto: Nadia Lauro

O Teatro Firjan SESI Centro apresenta “A noite cai quando ela quer” em duas únicas sessões, dias 16 e 17 de setembro, sexta às 19h e sábado às 18h. Com passagem por Paris, Itália e Holanda, a performance integra a programação do EntreAtos, evento que acontece entre uma edição e outra do Festival Atos de Fala.

Concebido e encenado por dois coreógrafos, o brasileiro Marcelo Evelin e a francesa Latifa Laâbissi, o espetáculo cria uma vigília alucinatória sob a presença de três criaturas flamejantes que pressionam imagens, vozes e os estados corporais pelos quais passam. Tradicionalmente, a vigília é a passagem da luz do dia ao breu noturno que conduz todo tipo de encontros no imaginário.

Desta maneira, os artistas experimentam uma vigília encarnada em vozes, sons e canções e habitada por presenças instáveis e fantasmas incômodos. "A noite cai quando ela quer" convida os espectadores a acompanhá-los numa viagem de imersão perceptiva, na qual passam por uma experiência interior na companhia dessas figuras, que são meio guardas-noturnos, meio profetas, sempre à espreita.

Acompanhadas do músico Tomas Monteiro, as três figuras de vigília têm seus estados imaginários amplificados pelo uso do theremin (instrumento musical completamente eletrônico controlado sem qualquer contato físico pelo músico). Seus corpos mudam, tornando-se "corpos que vêm, recebem, estocam, empilham, compilam, canibalizam, arquivam, enterram".

Multiplicados pelo espaço incandescente de Nadia Lauro, pela luz que resplandece, pelas linguagens que emitem, esses corpos saturados de imagens se fundem em um material tumultuado e maleável, em constante metamorfose. Por fim, "A noite cai quando ela quer" é uma aventura de três figuras nômades que enfrentam o mundo, partilhando ritos e danças.

O projeto conta com a produção da Corpo Rastreado e com o apoio cultural do Teatro Firjan SESI Centro, Instituto Francês e do Consulado Geral da França em São Paulo.


Sobre o Festival Atos de Fala

Atos de Fala é uma plataforma de estudos e arte de performance que desde 2011 tem no formato de festival sua principal realização. Idealizado por Felipe Ribeiro e Cristina Becker, este evento toma seu nome emprestado do termo do linguista John Austin. Através dele percebemos a arte pelo que ela faz agir.


A missão é criar demandas por formatos híbridos, fortalecer o trânsito artístico e discutir assuntos de relevância global e local. Nestes dez anos de existência foram seis edições com os seguintes motes: AdF.11 - Documentos e Intimidades; AdF.14 - Geografias da Diáspora; AdF.16 - Volta à Futuridade; AdF. crise – A Besta e o Soberano; AdF.19 – Escapar do Capataz; e mais recente o AdF.22 – Materializar os Impossíveis. A cada edição o festival amadurece seus propósitos mantendo-se atento aos contextos nos quais está inserido e com os quais consegue est

Depois do Rio de Janeiro, “A noite cai quando ela quer” tem apresentações marcadas no SESC Avenida Paulista, dias 21, 22 e 23 de setembro.

QUEM FAZ

Concepção: Latifa Laâbissi e Marcelo Evelin

Performance: Latifa Laâbissi, Marcelo Evelin e Tomas Monteiro

Trilha: Tomas Monteiro

Espaço-figurino: Nadia Lauro

Figurinos: Nadia Lauro e Latifa Laâbissi

Iluminação: Chloé Bouju

Colaboração: Isabelle Launay

Produção: Figure Project

Produção no Brasil: Corpo Rastreado

Técnico de luz (temporada Brasil): Diego Gonçalves

Coprodução: Festival de la Cité, Lausanne (CH) / Le Quartz – Scène nationale de Brest / ICI-CCN de Montpellier / CNDC d’Angers / TNB - Centre Européen Théâtral et Chorégraphique, Rennes / La Passerelle, Scène nationale de Saint-Brieuc / Centre national de la danse, Pantin / Festival d’Automne à Paris

PROGRAME-SE

"A noite cai quando ela quer”

Quando: 16 e 17 de setembro

Onde: Teatro Firjan SESI Centro

Endereço: Av. Graça Aranha, 1 - Centro

Dia/hora: sexta, às 19h; e sábado às 18h

Ingresso: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia) – vendas online aqui

Duração: 90 minutos

Capacidade: 96 lugares

Gênero: Dança

Classificação indicativa: 18 anos


Comments


bottom of page