top of page

86 HORAS DE PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA NA 24ª SATYRIANAS - SP

Idealizado e produzido pela Cia de Teatro Os Satyros, em parceria com a SP Escola de Teatro, festival acontece durante quatro dias em 12 espaços culturais da cidade. A cerimônia de abertura será dia 11/10 no Teatro Oficina.

BAIADO DO DEUS MORTO

Com 86 horas ininterruptas de programação - das 10h da manhã do dia 12 de outubro até meia-noite do dia 15 - em 12 locais da cidade, entre eles, Espaço dos Satyros, Cine Satyros Bijou, SP Escola de Teatro, Parlapatões, Presidenta, Galeria Olido, Teatro de Garagem, Gambiarra, Parque Augusta, Cia Ator, Teatro Oficina e Tenda na Praça Roosevelt, a 24ª Satyrianas trará mais de 400 atrações. Tudo de graça ou no esquema pague quanto puder.

Após um ano de intensa polarização política e desafios à democracia, que culminaram na tentativa de golpe de estado, o país entrou em uma nova fase política de estabilidade democrática. É nesse espírito que o Festival Satyrianas, “a maior celebração teatral da cidade de São Paulo”, de acordo com seus organizadores, celebra a diversidade artística brasileira e reúne atrações de teatro, dança, cinema, performance, espetáculos infantis, contação de histórias, leituras dramáticas e espetáculos presenciais e online. São trabalhos de artista de todas as regiões do Brasil. “Será a grande festa dos artistas em homenagem à população de São Paulo”, entusiasma-se Ivam Cabral.

Prêmio Shell e Prêmio Especial da Crítica da APCA, o Festival Satyrianas - que figura no Calendário Cultural Oficial do Município e do Estado - este ano recebeu 700 inscrições de artistas de todas as regiões do país. A programação traz Dramamix, Mostra Filmes Pop 23, Mostra Teatral, Mostra Cinemix, Mostra de Zé Celso Fotografia, Mostra Satyriblack, Mostra Satyritrans, Dançamix, Mostra Filmes de Terror dia 13, Performix, Mostra online, Fotomix. Esta edição, com o tema Re_existir no Zé-Fênix, será em homenagem ao encenador brasileiro José Celso Martinez Corrêa.

O Festival Satyrianas presta, assim, uma merecida homenagem ao artista, celebrando sua vida e legado. Seu compromisso inabalável com a liberdade artística, sua ousadia em desafiar normas sociais e seu papel fundamental na transformação do teatro brasileiro tornam-no uma figura inigualável na história cultural do país. José Celso Martinez Correa vai continuar a inspirar e a re-existir em futuras gerações de artistas, deixando sua marca indelével no mundo das artes cênicas. A Satyrianas 2023 honra seu imenso talento e sua dedicação incansável à busca da verdade e da expressão artística autêntica.


Zé Celso, uma lenda do teatro

José Celso Martinez Correa foi um renomado dramaturgo, diretor e ator brasileiro cuja contribuição foi fundamental para o teatro brasileiro. Nascido em 1937, em Araraquara, São Paulo, sua jornada artística é uma das mais inspiradoras da cultura brasileira. Formação e início de Carreira: José Celso estudou advocacia e se tornou parte ativa do movimento estudantil. Sua paixão pelo teatro o levou a fundar o icônico Teatro Oficina em 1958, um espaço que se tornaria um farol para a experimentação teatral e a vanguarda artística no Brasil. O Teatro Oficina: O Teatro Oficina se destacou como um bastião da resistência cultural durante os anos de ditadura militar no Brasil, promovendo peças provocadoras e políticas que desafiaram as convenções sociais e artísticas. Peças como ¨O Rei da Vela¨ (1967) "Roda Viva" (1968), ¨Os Sertões) (2004), entre outras, são marcos da história do teatro brasileiro e provocaram controvérsias profundas em seu lançamento. ¨O Rei da Vela¨ foi uma das principais referências para o movimento tropicalista nas artes brasileiras da década de 1960.

Satyrianas: a festa democrática do teatro

A primeira edição da Satyrianas ocorreu em 1991, quando Os Satyros viviam no Brasil. Naquela ocasião, o festival foi concebido como uma grande festa teatral, em que o público poderia assistir a qualquer dos espetáculos participantes do festival no esquema do ingresso consciente (¨pague quanto quiser¨), tornando-se assim um evento democrático para todos os tipos de público. Depois de um período na Europa, Os Satyros retornam à Praça Roosevelt em 2000 e desde então o Festival se tornou um evento anual onde milhares de espectadores podem curtir 4 dias ininterruptos de teatro. Atualmente, As Satyrianas fazem parte do Calendário Cultural Oficial do Município e do Estado.

Para este ano, o Festival recebeu mais de 700 inscrições de artistas de todas as regiões do país, nas mais diversas áreas: teatro, cinema, música, circo, literatura, dança, cinema, contação de histórias, entre outros. O público estimado será de 40 mil pessoas nos quatro dias.

Prêmio Shell na categoria Inovação, “pela projeção, permanência e abrangência do evento ‘Satyrianas’ na condição de fenômeno histórico-artístico e social”– Prêmio Especial da Crítica da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte)

QUEM FAZ

Veja a programação - https://satyrianas.com.br/

EVENTOS

- cerimônia de abertura – realizada no Teatro Oficina, seguida pela apresentação especial de Bailado do Deus Morto.

- Dramamix – mostra com 40 textos teatrais inéditos, escritos por dramaturgos brasileiros contemporâneos;

- Mostra Filmes Pop 23 – mostra com filmes que fizeram sucesso no Cine Satyros Bijou;

- Mostra Teatral – com a apresentação de mais de 150 atrações;

- Mostra Cinemix – mostra de curtas do cinema brasileiro contemporâneo;

- Mostra de Zé Celso Fotografia – mostra de fotografias dedicadas à memória de José Celso Martinez Correa, pelo fotógrafo Daniel Marano;

- Mostra Satyriblack – mostra dedicada à arte negra, com mais de 30 atrações nas áreas de música, dança, teatro e audiovisual;

- Mostra Satyritrans – mostra dedicada à arte trans, nas áreas de música, dança, teatro e audiovisual;

- Dançamix – mostra de dança contemporânea, com mais de dez espetáculos;

- Performix – mostra de performance art, com 25 performances em sala de espetáculo e espaço urbano

- Fotomix – coletivo de fotógrafos que acompanhará a Satyrianas e registrará as atividades do evento

- Mostra Filmes de Terror dia 13 – no dia 13 de outubro, teremos uma programação dedicada a filmes de terror clássicos e contemporâneos;

- Mostra online – com mais de 15 espetáculos com transmissão online.

Comments


bottom of page