"TRAVA BRUTA" - ESPETÁCULO TERÁ ESTREIA ON-LINE

Lançado no mês da Visibilidade Trans, espetáculo sobre a transexualidade integra a 6ª Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos do CCSP e marca os 25 anos de carreira da artista que teve trabalhos apresentados em países da Europa e América Latina

Foto: Alessandra Haro

Estreia de maneira online dia 24 de janeiro às 21h, pelo Canal do YouTube do Centro Cultural São Paulo, o espetáculo TRAVA BRUTA, manifesto que parte da experiência transexual da autora Leonarda Glück para propor uma ponte e um embate entre o contexto artístico e a conjuntura política e social brasileira atuais no que se refere ao campo da sexualidade. O trabalho marca as comemorações de 25 anos de carreira da artista e também o seu reencontro com o diretor Gustavo Bitencourt.


O espetáculo fez temporada presencial de sucesso em dezembro de 2021, no palco da sala Jardel Filho, do CCSP, e possui forte relação com a criação imagética, refletida nas fotografias produzidas para o livreto distribuído ao público na temporada presencial, em suas imagens de divulgação e na própria cena. Seguindo esta proposta, articulou-se a ideia de um registro audiovisual que fugisse das filmagens teatrais convencionais. Esta ideia lança um novo olhar a obra, que não se propõe a ‘ignorar’ a presença da câmera, mas ser o reflexo de uma experiência compartilhada entre o teatro e o audiovisual, como vem sendo recorrente desde o início da pandemia.


Com ampla trajetória no campo das artes cênicas brasileiras, Leonarda fundou importantes coletivos nacionais como a Companhia Silenciosa e a Selvática Ações Artísticas e apresentou seus trabalhos em diversos países da Europa e América Latina. Esta é a primeira vez que Leonarda aborda exclusivamente a questão da transexualidade em uma de suas criações. O espetáculo é uma espécie de vertiginoso poema cuja principal metáfora reúne o ato de bloquear e impedir a livre movimentação com a capacidade de brutalidade da natureza humana, sua violência e sua incivilidade.


Leonarda Glück é atriz, dramaturga e diretora curitibana radicada em São Paulo. Co-fundadora da Companhia Silenciosa e do Coletivo Selvática. Graduada em Direção Teatral pela Faculdade de Artes do Paraná (FAP). Tem mais de vinte textos encenados por diferentes grupos, companhias e artistas brasileiros e internacionais de diversas linguagens artísticas. Publicou A Perfodrama de Leonarda Glück - Literaturas Dramáticas de Uma Mulher (Trans) de Teatro, coletânea com seis textos teatrais. Para maiores informações acesse www.leonardagluck.com


Gustavo Bitencourt é diletante profissional, nascido e residente em Curitiba, Paraná. Estudou Letras na UFPR. Atua em diversos campos artísticos e tem na indisciplinaridade uma das principais características de seu trabalho. Trabalha como ilustrador, designer gráfico, redator e tradutor, performer, ator, diretor de teatro, drag queen, crítico de arte e já compôs trilhas para teatro, dança e vídeo.


QUEM FAZ

Criação, texto e interpretação: Leonarda Glück

Direção: Gustavo Bitencourt

Trilha original: Jo Mistinguett

Direção de produção: Igor Augustho

Luz: Wagner Antônio

Assistente de iluminação: Dimitri Luppi

Criação em vídeo e projeções: Ricardo Kenji

Figurino: Fabianna Pescara e Renata Skrobot

Design gráfico e identidade visual: Pablito Kucarz

Ilustração: André Costa

Fotografias e Registro Audiovisual: Alessandra Haro

Assessoria de imprensa: Pombo Correio (Douglas Pichetti e Helô Cintra)

Assessoria em marketing digital: Platea Comunicação e Arte

Assessoria jurídica e contábil: Ivanes Mattos

Produção: Pomeiro Gestão Cultural

Realização: Pomeiro Gestão Cultural, Centro Cultural São Paulo e Secretaria Municipal de Cultura.


PROGRAME-SE

TRAVA BRUTA

Temporada online

de 24 a 30 de janeiro.

Horários: 20h00

Grátis, pelo YouTube do Centro Cultural São Paulo.

Reserva de ingressos pelo link sympla.com.br/pomeiro

Classificação: 18 anos

Duração: 60 minutos

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...