top of page

TEATRO DOS VENTOS RECEBE GRUPO PORTUGUÊS COM A PEÇA "1808: INDEPENDÊNCIA OU MORTE"

Teatro dos Ventos recebe grupo português Evoé para workshop e apresentações.

Nos dias 15 e 16 de setembro (quinta e sexta-feira), às 20h, a Companhia Evoé Teatro, de Lisboa, realiza duas apresentações do espetáculo "1808: Independência ou morte", no Teatro dos Ventos, localizado em Águas Claras. Antes, nos dias 12, 13 e 14 de setembro, das 20h às 22h, o grupo ministra um workshop que explora técnicas do teatro físico. O workshop é gratuito.


Em comemoração aos vinte anos do Espaço Evoé, a Companhia Evoé Teatro convidou o encenador John Mowat para criar um espetáculo que acompanha a celebração do bicentenário da independência do Brasil. Após temporada em São Paulo, o espetáculo chega a Brasília. A Companhia Evoé define a peça como uma comédia visual que dialoga com o período histórico que vai de 1807 a 1822, quando a família real atravessa o Atlântico para fugir de Napoleão e acaba por mudar a história do Brasil e de Portugal. O espetáculo é um pretexto para que todos possam rir e refletir sobre as figuras caricatas que, num período importante da história da península ibérica, estiveram à frente das grandes decisões do Império Colonial Português. A partir dos detalhes grotescos da relação das personagens, inseridos num momento histórico não menos turbulento, os espectadores poderão acompanhar os conflitos geoestratégicos associados à decadência das monarquias europeias e dos seus impérios coloniais. Retratar este momento histórico, no qual as relações da família real apresentam-se de uma forma tão grotesca e crua, pode ajudar a revelar a podridão dos mecanismos estruturais presentes nas relações políticas e sociais vigentes até hoje.


Sobre a Companhia Evoé Teatro: A Companhia Evoé Teatro surgiu a partir de um núcleo de investigação sobre a arte do ator e em 2003 estreou o seu primeiro espetáculo. Desde então o seu trabalho tem girado em torno das formas contemporâneas de teatro e dança. Numa primeira etapa do seu percurso destaca-se a coprodução, com a EGEAC/Maria Matos, do primeiro encontro internacional de Clown, a criação de alguns espetáculos e a participação, com o espetáculo “Galeria 17”, na coprodução PT/BR na 1ª Bienal de Cultura Lusófona do Centro Cultural Malaposta.

Em 2009, a convite do Centro Cultural da Malaposta, montou o espetáculo “Chuva Pasmada”, a partir do conto homónimo de Mia Couto e em 2010 estreou no Teatro da Comuna o espetáculo “As Cadeiras” de Ionesco. Durante o período de 2011 a 2016 interrompeu a sua produção e em 2017 retornou a ativa com os espetáculos: “Tia Miséria” e “Linhas de Fuga”. Em 2021 estreou o espetáculo “A Fábula dos Três Porquinhos” com encenação de Pablo Fernando no Teatro do Bairro em Lisboa.


QUEM FAZ Direção: John Mowat Estágio Evoé Escola de Actores - assistente de encenação: Beatriz Almeida Interpretação: Felipe Toledo, Martim Sena e Pablo Fernando Produção: Companhia Evoé Teatro Produção executiva: Giulia Dal Piaz Estágio Faculdade de Letras - assistente de produção: Nicole Cayolla Cartaz: Paula Taitelbaum Assessoria de imprensa em Brasília: Roberto De Martin Imagens e vídeos que podem ser usados na divulgação, neste link aqui PROGRAME-SE Workshop sobre teatro físico com a Companhia Evoé Teatro Local: Teatro dos Ventos (R. 19 Norte - Águas Claras, Brasília - DF) Dias: 12, 13 e 14 de setembro, das 20h às 22h Evento gratuito Espetáculo: "1808 - Independência ou Morte" Local: Teatro dos Ventos (R. 19 Norte - Águas Claras, Brasília - DF) Dias: 15 e 16 de setembro Horário: 20h Mais informações: 61 9830-6098

Комментарии


bottom of page