SEMANA DA CENA ITALIANA CONTEMPORÂNEA CHEGA AO SESC POMPEIA/SP

A programação conta com os espetáculos Gentil Unicórnio (Gentle Unicorn) e O Animal (L’Animale), ambos de Chiara Bersani, Tiresias, de Giorgina Pi/Bluemotion, e Curva Cega (Curva Cieca), de Muna Mussie; além de rodas de conversas após os espetáculos

Cena de Gentle Unicorn - Foto de Alice Brazzit

De 10 a 15 de maio, o público brasileiro poderá conhecer quatro produções cênicas italianas inéditas no Brasil. A parceria entre o Sesc São Paulo e o Instituto Italiano de Cultura de São Paulo realiza a segunda edição de SCENA, Semana da Cena Italiana Contemporânea, com a exibições de espetáculos concebidos e dirigidos por mulheres, no palco do Sesc Pompeia.

A programação conta com os espetáculos Gentil Unicórnio (Gentle Unicorn) e O Animal (L’Animale), ambos de Chiara Bersani, Tiresias, de Giorgina Pi/Bluemotion, e Curva Cega (Curva Cieca), de Muna Mussie; além de rodas de conversas após os espetáculos.

Uma amostra do que vem sendo apresentado nos palcos italianos na cena de teatro contemporânea vai poder ser conferida pelo público paulistano. SCENA - Semana da Cena Italiana Contemporânea chega à segunda edição, no Sesc Pompéia, entre 10 e 15 de maio, com exibição de quatro espetáculos, que poderão ser vistos pela primeira vez no Brasil.

Integram o evento as peças: Gentil Unicórnio e O Animal, de Chiara Bersani, Tiresias, de Giorgina Pi/Bluemotion, e Curva Cega, de Muna Mussie. Cada peça terá duas apresentações.

Os dois espetáculos de Chiara Bersani - O Animal e Unicórnio Gentil - fazem um contraponto entre si, um mais sombrio e o outro mais luminoso. Ambos utilizam o corpo para representar emoções mais profundas, como questões de identidade, de lugar na sociedade, de corpos atípicos, entre outras discussões.

Tiresias, com texto da poete e rapper londrina Kae Tempest, traz no título um dos personagens do mito grego de Édipo. Na história, ele se transforma em mulher para descobrir qual gênero tem mais prazer. A criação de Giorgina Pi/Bluemotion trata dos atravessamentos da sexualidade.

E Curva Cega, da artista Muna Mussie, natural da Eritreia (antiga colônia Italiana na África), questiona o lugar da pessoa negra na cena teatral europeia. O espetáculo é falado em tigrínio - um idioma antigo, tanto quanto o aramaico e o hebraico, ainda muito praticado na Etiópia e na Eritreia - e trata de como as palavras são escutadas e entendidas e, sem falar explicitamente, racismo.

Este ano, o foco do Scena é a produção artística feminina italiana, reunindo dramaturgas, diretoras, pensadoras e realizadoras que transitam entre a cena performativa, as artes visuais, a formação artística e acadêmica e o ativismo político e artístico, especialmente os que dizem respeito aos lugares de empoderamento das vozes femininas, protagonismo, lutas e visibilidade.

A curadoria da SCENA - Semana da Cena Italiana Contemporânea é de Rachel Brumana e a produção da Superfície de Eventos. A realização é do Instituto Italiano de Cultura de São Paulo e do Sesc SP.

Um pouco mais sobre os espetáculos

Serão apresentados quatro trabalhos, de três criadores. A maioria inéditos na América Latina.

Os espetáculos selecionados para compor este panorama das artes cênicas na Itália nos últimos anos destacam-se por grande reconhecimento por parte da crítica, acumulando diversos prêmios.


Um pouco mais sobre a Scena

A primeira edição da mostra SCENA - Semana da Cena Italiana Contemporânea em São Paulo aconteceu em outubro de 2019, também no Sesc Pompéia.

A mostra apresentou três trabalhos de companhias e artistas representativos da vanguarda do teatro e da dança na Itália: Fanny&Alexander, Alessandro Sciarroni e Marco d’Agostin, jogando luz sobre a diversidade da cena italiana e as transversalidades entre teatro, literatura, dança e circo, com um recorte que se aprofundava na temática dos afetos, da amizade e da resiliência.

PROGRAME-SE

>>> 10 e 11 de maio | Terça e quarta-feira, às 20h (com intervalo)

Curva Cega (Curva Cieca)

Em Curva Cega, Muna Mussie trabalha com Filmon Yemane, um menino eritreu que vive atualmente em Bolonha e é cego desde os 12 anos. Sua performance trata da descoberta da língua materna de Muna através de um diálogo feito de palavras, sinais e mudanças de sentido. Liderados pela voz de Filmon, ouvimos aulas de língua tigrínia apoiadas por imagens de um antigo livro de ortografia. O corpo da artista se sobrepõe às linhas sinuosas do alfabeto, sugerindo uma mimese dinâmica.

Minibio - Muna Mussie (1978) Artista eritreia radicada em Bolonha, investiga as artes performativas e as linguagens cênicas para dar forma à tensão que surge entre diferentes polos expressivos, através do gesto, da visão e da palavra.

+

O Animal (L’Animale)

Chiara Bersani aborda a morte do cisne com sua obra intitulada O animal: o que acontece quando, ao olhar para a noite profunda, podemos nos reconhecer a nós mesmos, através do canto?

Minibio - Chiara Bersani é dramaturga, diretora e performer. O seu percurso formativo decorre principalmente no campo da investigação teatral com influências da dança contemporânea e da arte performativa.

Bate-papo

>>>Dia 10 de maio

Após os espetáculos Curva Cieca e L’Animale

Muna Mussié conversa com Dione Carlos. Apresentação de Rachel Brumana. Conversa ao vivo no Teatro

>>> 12 e 13 de maio | Quinta e sexta-feira, às 20h

Gentil Unicórnio (Gentle Unicorn)

Chiara Bersani aborda a figura e a imagem do unicórnio a partir de sua própria fisicalidade. A artista apresenta uma coreografia de movimento simples; o unicórnio se move através do espaço enquanto desdobra pequenos gestos, que são amplificados graças à sua qualidade interpretativa. A criadora encarna aquela criatura fantástica que se revela a nós como terrivelmente humana.

Minibio - Chiara Bersani é dramaturga, diretora e performer. O seu percurso formativo decorre principalmente no campo da investigação teatral com influências da dança contemporânea e da arte performativa.

Bate-papo

>>>Dia 12 de maio Após o espetáculo Gentil Unicórnio Chiara Bersani conversa com Elisa Band. Apresentação de Rachel Brumana.

>>> 14 e 15 de maio | Sábado, às 20h e domingo, às 18h

Tiresias

Tirésias é o segundo trabalho da diretora Giorgina Pi a partir da dramaturgia de Kae Tempest, artista inglese não binárie, que mistura rap, poesia, política e música, dando vida a um estilo único. Extraído de Hold your own / Stay yourself, o espetáculo traz a figura de Tirésias, o vidente que sabe o que deve ser feito.

Minibio - Giorgina Pi é uma artista nascida e criada em Roma, onde se formou em Artes, música e espetáculo. Especializou-se em Paris com uma tese sobre as performances shakespearianas no Théâtre du Soleil, unindo desde o início seu interesse pelo teatro com os estudos de gênero. É autora de vários ensaios e artigos. Como aluna de doutorado em estudos comparativos nas universidades de L’Aquila e Paris 8, atualmente está se concentrando em reescritas contemporâneas de mitos gregos assinados por mulheres. É encenadora, ativista, videomaker, feminista e integrante do coletivo artístico Angelo Mai.

Bate-papo

>>>Dia 15 de maio de 2022

Após o espetáculo Tirésias

Giorgina Pi conversa com Beatriz Sayad. Apresentação de Rachel Brumana.

Serviço

SCENA - Semana da Cena Italiana Contemporânea em São Paulo - 2ª edição

de 10 a 15 de maio de 2022 Teatro do Sesc Pompeia

Ingressos: R$20 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes, pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino); e R$40 (inteira).

Classificação indicativa: 14 anos

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 - Pompeia - São Paulo/SP

Protocolos de segurança

Pessoas com mais de 12 anos deverão apresentar comprovante de vacinação contra COVID-19, evidenciando DUAS doses ou dose única para ingressar em todas as unidades do Sesc no estado de São Paulo. O comprovante pode ser físico (carteirinha de vacinação) ou digital e um documento com foto.

Crianças a partir de 5 anos também devem apresentar comprovante, com pelo menos uma dose. É recomendado o uso de máscara, sendo obrigatório nos espaços de atendimento odontológico, ambulatórios e locais de exames dermatológicos.

Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal: sescsp.org.br/pompeia

Nos acompanhe!

instagram.com/sescpompeia

facebook.com/sescpompeia

twitter.com/sescpompeia


https://web.facebook.com/IstitutoItalianoDiCulturaSanPaolo

https://www.instagram.com/iic_sanpaolo/

https://twitter.com/IICSanPaolo

https://cutt.ly/IIC-SP

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...