top of page

PROJETO QUE VISA O EMPODERAMENTO DAS MULHERES DO CAMPO CHEGA A BRAZLÂNDIA

Jornada de inspiração e empoderamento "Virando o Jogo" acontece neste sábado, 19, com atrações teatrais, dança, roda de conversa e exibição do premiado filme “Virada de Jogo”


Dona Gracinha da Sanfona - Divulgação


Neste sábado, 19, o coração rural de Brazlândia recebe a Jornada de inspiração e empoderamento "Virando o Jogo". O projeto celebra a força e a resiliência das mulheres do campo e reconhece e valoriza a rica diversidade cultural que define essa região. O evento é uma iniciativa do Instituto Cultural e Social Lumiar (ICS Lumiart) em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.


O encontro acontece a partir das 9 horas, no CED Irmã Maria Regina Velanes Regis, situado na DF-430, área rural do Rodeador, em Brazlândia. O projeto “Virando o Jogo” ganha ainda mais força com o engajamento e apoio do Conselho Regional de Cultura de Brazlândia, somando-se ao evento para promover uma experiência enriquecedora e diversificada. O propósito central é honrar as mulheres do campo, oferecendo-lhes uma plataforma significativa para ouvir histórias de mulheres guerreiras, mas também compartilhar suas próprias vivências, conquistas e aspirações.


A celebração contará com uma diversidade de atrações enriquecedoras. A peça "Vixe Maria!", uma adaptação livre da obra de Ariano Suassuna, será apresentada com um elenco de renomados artistas, incluindo Eloisa Cunha, grande profissional e membra da equipe da UnB; Bete Virgens, aclamada por seu trabalho em filmes e na TV Globo; Kacus Martins, suplente do Sindicato dos Artistas DF; e Nubia Santana, cineasta de renome. A dramaturgia da peça é assinada pela prestigiosa dramaturga Cleuza Brandão.


Além disso, haverá a exibição do filme "Virada de Jogo", com roteiro de Juliana Corso, que conquistou o prêmio de Melhor Roteiro na Mostra Brasília de 2022, no Festival de Cinema de Brasília. Também terão apresentações de dança popular do Grupo Resiliência Negra, Mestre Minhoca, do Grupo de Sobradinho Rota do Cavalo, e palestras inspiradoras de mulheres fortes e resilientes


Na roda de conversa, a cineasta pernambucana e embaixadora da paz, Nubia Santana compartilhará a sua jornada que a levou a ser presidente da APROCINE (Associação de Produtores e Realizadores de Cinema e Audiovisual), enquanto caminhava 36 km para estudar e trabalhava como carvoeira. Cris Correia também contará sobre a sua jornada e como superou grandes desafios e hoje trilha um caminho de sucesso no direito.


Sonia Reis, uma mulher cigana romi da etnia Lovara também estará presente para enriquecer ainda mais a jornada, proporcionando uma oportunidade única para o público conhecer e apreciar a rica herança cultural da etnia Lovara. Seu povo veio de Belo Horizonte/MG a convite de Juscelino Kubitschek e Sonia tem se dedicado a compartilhar os conhecimentos coletivos e as riquezas culturais profundamente arraigadas de sua comunidade.


Dona Gracinha da Sanfona também é uma das atrações dessa grande festa. Não podemos esquecer de mencionar a colaboração fundamental do Conselho da Mulher Empresária do DF, que está apoiando ativamente. Ao término do evento, todos os participantes serão agraciados com um lanche delicioso e terão a oportunidade de interagir com convidados especiais.


Mais do que um simples evento, a Jornada de Inspiração e Empoderamento "Virando o Jogo" representa uma celebração da diversidade cultural que define nosso país, com destaque para o DF e a Região Nordeste. É uma homenagem ao empoderamento feminino, à inclusão e à igualdade de gênero. O ICS Lumiart, cuja missão é gerar oportunidades e renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social, mobilizou uma equipe de mais de 30 pessoas dedicadas para tornar este projeto uma realidade transformadora. A iniciativa "Virando o Jogo" não é apenas um evento único, mas parte de um esforço contínuo para fomentar a transformação social por meio da cultura, empoderamento e inclusão.



SOBRE O LUMIART


Desde sua fundação, em 2010, o Instituto Cultural e Social Lumiart tem desempenhado um papel fundamental na transformação social e no empoderamento de comunidades em todo o Brasil. Como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), o Lumiart opera com um propósito claro: contribuir para a inclusão social, geração de oportunidade, disseminação da cultura de paz, fortalecimento dos direitos da mulher, do idoso, da criança e do adolescente e a promoção do conhecimento em alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


Com atuação não apenas em Brasília/DF, o Instituto Lumiart expandiu suas raízes para além das fronteiras do Distrito Federal, levando sua mensagem de transformação para outros estados da federação. Seu trabalho transcende barreiras geográficas e sociais, buscando promover um impacto positivo onde quer que suas iniciativas alcancem.


O Lumiart não apenas acredita na importância da expressão criativa e do empreendedorismo, mas também se destaca por seu trabalho de referência com mulheres. Reconhecendo a importância do empoderamento feminino, o instituto se dedica a capacitar, inspirar e criar oportunidades para mulheres de todas as idades e origens.


O Instituto Cultural e Social Lumiart é uma prova tangível de que a cultura e o empreendedorismo têm o poder de transcender fronteiras geográficas e sociais. Sua atuação em outros estados da federação ressoa com a mensagem de que a transformação positiva é possível quando a paixão, o compromisso e a criatividade se unem em prol de um objetivo maior: construir um mundo mais justo, inclusivo e vibrante para todos.



PROGRAME-SE


Jornada de inspiração e empoderamento "Virando o Jogo"

Data: 19 de agosto, sábado

Horário: A partir das 9 horas

Local: CED Irmã Maria Regina Velanes Regis, DF-430, área rural do Rodeador - Brazlândia

Entrada gratuita / Classificação Livre

Redes sociais

@institutolumiart



コメント


bottom of page