• davicdm

POÉTICAS POPULARES: WEBSÉRIE INÉDITA REÚNE MÚSICA E POESIA

Com a objetivo de promover e registrar encontros memoráveis de grandes nomes da cultura popular candanga, o projeto Poéticas Populares une dezenas de artistas e poetas em formato inovador.


Com mais de um mês de programação, a partir de 24 de junho, Bumba-meu-boi, xulas, quadras e mitos serão despejados nas redes, promovendo espetáculos únicos em palcos virtuais calorosos. Em 16 episódios inéditos que serão exibidos no canal do instituto Rosa dos Ventos, todas as segundas, quartas e sextas, diálogos artísticos sobre a poesia popular brasileira trazem à tona memórias pernambucanas, baianas e maranhenses.


Territórios tradicionais da capital federal como o Centro Tradicional de Invenção Cultural, sede do grupo Seu Estrelo e o Centro de Tradições Populares, casa do Bumba Meu Boi de Seu Teodoro foram escolhidos como cenário para a série. Figurinos cheios de detalhes, ilustrações, bordados e cores dão vida e alegria aos vídeos. Não por acaso, os personagens convidados para compor essa série fazem parte da construção da cultura e identidade candanga. Nomes como o de Thabata Lorena, Tamá Freire a Jamelinha da Mangueira, Mestre Russo, Lazir Sinval, Kika Ribeiro, Ella Nepomuceno, entre muitos outros, se juntam, de longe, para levar abraços de poesia ao mundo.

O Poéticas Populares integra o calendário oficial do Circuito Candango de Culturas Populares, amplo projeto capitaneado pelo Instituto Rosa dos Ventos e fomentado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. Para a diretora artística e presidente do instituto, Stéffanie Oliveira, o projeto é uma forma de celebrar as vidas e corpos brincantes.


“Em um momento delicado para a cultura popular, o Poéticas Populares nos permite emergir para respirar em meio ao caos. É um projeto que une e celebra nossas matrizes, nossas diferenças, misturando ritmos, música e poesia. Unimos artistas das redondezas candangas como Gama, Guará, Sobradinho, Ceilândia, Taguatinga e Núcleo Bandeirante além do Rio de Janeiro e de São Paulo em apresentações únicas”, afirma.


Em razão do contexto social atual e do caráter inovador da websérie, o diretor musical, Marcus Moraes, conta que o trabalho foi o maior desafio de sua carreira profissional.


“O Poéticas é inovador por trazer a música popular para dentro da internet da maneira mais louca do mundo: todos os artistas ensaiaram pelo WhatsApp. Todos. Então, é a junção de uma coisa muito genuína da cultura popular brasileira, do tocar, do cantar, com a tecnologia. A música da cultura popular não tem tanta difusão e representatividade na internet, elas existem, mas se comparadas ao universo da música pop, do rock e do jazz, é muito pequeno”, pontua Moraes.


Programação

A semana de lançamento começa no dia de São João, 24 de junho, e é claro, o tema do primeiro episódio tem tudo a ver com a data. As artistas Larissa Umaitá, Tamá Freire, Juliana Noleto, e Fernanda Jacob dividem o mesmo palco virtual interpretando versos e canções que celebram o santo.


O segundo episódio da série faz uma homenagem a nossa sexagenária cidade. No dia 26 de junho, sexta-feira, os monumentos de Brasília viram música e poesia na voz de Lazir Sinval, Breno Alves e Fernanda Jacob.


O Dia da Mulher Negra, comemorado em 25 de julho, também será tema da programação. Os interessados em acompanhar o projeto podem se inscrever no canal do Instituto Rosa dos Ventos, acompanhar as redes @rosadosventosinstituto e o site https://www.rosadosventosinstituto.com.br/.


Serviço de Estreia - Websérie Poéticas Populares

Data de estreia: 24 de junho (quarta-feira)

Local: https://www.youtube.com/channel/UCtgy4kbKo1XbMfMgi-dQyWQ

Novos episódios: segundas, quartas e sextas.

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com