top of page

O QUE A SECRETARIA DE CULTURA DO DF FARÁ A RESPEITO DOS 77 SUPLENTES DOS EDITAIS DO FAC 2023?

Artistas têm se mobilizado para exigir um posicionamento efetivo da Secec e do Secretário Cláudio Abrantes sobre 77 suplentes dos editais Multicultural I e II do FAC 2023

Após a divulgação dos resultados do FAC 2023, mais de R$ 8 milhões foramengavetados, aumentando ainda mais a não execução dos recursos para a Cultura que estão previstos por Lei. De acordo com o posicionamento da categoria em fóruns e grupos de teatro de Brasília e regiões, a SECEC está dando por encerrado um processo que, na lógica, ainda não acabou.


Após um levantamento por agentes culturais, houve a constatação média de que setenta e sete projetos de cultura geram cerca de 3.000 empregos diretos e 9.000 indiretos, movimentando fortemente a cadeia produtiva associada da cultura em todo o Distrito Federal. Isso seria a garantia de acesso à cultura da população que vai ficar diante de uma diversidade de bens culturais gratuitos ou a preços populares. Seria empregabilidade para pessoas de todas as Regiões Administrativas (regras dos editais).


Ainda de acordo com os artistas, é contraditório que uma pasta que traz o nome Cultura e Economia Criativa queira desconsiderar essa realidade, pois é sabido que a classe teatral e os fazedores de Cultura do Distrito Federal não compreendem como uma Secretaria que deveria defender e garantir o fomento à produção cultural queira eliminá-lo da pauta ou ignorar o fato amplamente discutido e defendido pela categoria.


O QUE OS ARTISTAS QUEREM?

Querem que os projetos suplentes sejam devidamente convocados para cumprir o que está previsto na Lei, pois essa tentativa de ignorar a suplência é uma clara ação para não empenhar o recurso que pela legislação pertence à sociedade do Distrito Federal.


O Coletivo de Teatro do Distrito Federal exige que a SECEC cumpra o que lhe está atribuído por lei e chame imediatamente tais suplentes, afinal, o dinheiro que é destinado à cultura deve ser encaminhado para o seu devido fim.


O Portal Conteúdo apoia a classe artística e deixa o espaço aberto para maiores colocações.


Comments


bottom of page