MUSICAL "ROBERTA, UMA ÓPERA ROCK" ABRE PROGRAMAÇÃO DE RUA DO FESTIVAL DE CURITIBA

Estreia está marcada para o dia 01 de abril, às 19h30, na Praça Santos Andrade. Ao todo, serão sete apresentações gratuitas ao ar livre até o dia 09, na Praça Santos Andrade e também no Centro Cultural Boqueirão.

Roberto Reitenbach

Entre os dias 01 e 09 de abril, acontece a estreia gratuita e ao ar livre do musical “Roberta, uma Ópera Rock”, que integra a programação oficial de rua do tradicional Festival de Curitiba. As apresentações estão divididas entre o Palco EBANX, na Praça Santos Andrade, e o Centro Cultural Boqueirão. A entrada é gratuita e não é necessário retirar ingressos antecipadamente. O espetáculo retrata a trajetória de um grupo de jovens que, na década de 80, circulam pelas ruas da cidade em busca de respostas para seus dilemas. Na trama, Roberta, uma jovem usuária de drogas, encontra em Giovanni uma oportunidade de fugir do vício e deixar o grupo liderado pelo traficante Ugo que, por sua vez, fará de tudo para mantê-la por perto. A tragédia contemporânea funde as linguagens da Ópera Clássica e do Rock and Roll para falar de amor e do uso de drogas na juventude. A obra se destaca como evento de abertura da programação de rua do Festival de Teatro de Curitiba, que retoma as atividades presenciais depois de dois anos devido às restrições causadas pelo coronavírus. A estreia do espetáculo é na sexta-feira, 01 de abril, às 19h30, no Palco EBANX, instalado na Praça Santos Andrade. As exibições seguem no mesmo local e horário nos dias 02 e 03 (sábado e domingo). Já nos dias 06, 07, 08 e 09 (quarta a sábado), o grupo se apresenta às 20h no Centro Cultural Boqueirão (Rua José Guercheski, 281). O texto é de Roberto Innocente, e a obra tem composição e direção musical de Alessandro Sangiorgi, com direção artística de Nena Inoue e Maurício Vogue. Além dos atores convidados Marwem Hd e Ranieri Gonzalez, o elenco selecionado a partir de audições e oficinas, conta com os artistas Duilio de Pol, Gustavo Godoy, Larissa Carangi, Madu Forti, Margheurita Dissá, Marina Gobetti, Matheus González, Paulo Soares, Wilyah Schmitt e Priscila Esteves como Roberta. “Patrícia, uma Ópera Rock” era o tíitulo original da obra, porém Nena Inoue e Alessandro Sangiorgi decidiram pela mudança para “Roberta, uma Ópera Rock” em homenagem ao dramaturgo e idealizador do projeto, Roberto Innocente, diretor, ator e produtor italiano radicado em Curitiba, que faleceu em abril de 2021, vítima de COVID-19. Ao todo, são 18 músicas originais, que remetem aos anos 80, tocadas e cantadas ao vivo pela banda convidada “Eles Mesmos” - Luiz Carlos Braga na bateria; Valter Rodrigues Ferraz no baixo e Fernando Gouvêa na voz e guitarra. O diretor musical do projeto, Alessandro Sangiorgi, fala sobre os principais desafios. “O rock sempre fez parte da minha vida, e a ideia de escrever músicas de uma ópera rock me instigou muito. Sou maestro de música clássica e pianista por ofício, então o desafio já começou por aí. Depois veio a necessidade de readequar o projeto por conta do falecimento do Roberto que, além de parceiro no projeto, era um grande amigo. E o grande desafio de fazer um musical e combinar as músicas com o texto, mas está sendo uma experiência muito interessante”, declara o maestro. Para assistir o espetáculo, é obrigatório o uso de máscara de proteção e o distanciamento seguro de 1,5m. O projeto tem o apoio da Copel e foi aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) - Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná.

PROGRAME-SE Roberta, uma Ópera Rock Exibições gratuitas de 01 a 09 de abril 01, 02 e 03 (sexta a domingo), às 19h30, no Palco EBANX (Praça Santos Andrade - Centro) 06, 07, 08 e 09 (quarta a sábado), às 20h, no Centro Cultural Boqueirão (Rua José Guercheski, 281 - Boqueirão) Classificação indicativa: 14 anos Duração: 90 minutos QUEM FAZ Texto: Roberto Innocente Direção Musical: Alessandro Sangiorgi Direção Artística: Nena Inoue e Mauricio Vogue Elenco: Duilio de Pol, Gustavo Godoy, Joseane Berenda, Madu Forti, Margheurita Dissá, Marina Gobetti, Matheus González, Paulo Soares, Wilyah Schmitt e Priscila Esteves Atores Convidados: Marwem Hd e Ranieri Gonzalez Músicas: Alessandro Sangiorgi Banda: Eles Mesmos (Luiz Carlos Braga - bateria; Valter Rodrigues Ferraz - baixo; Fernando Gouvêa - voz e guitarra) Pianista: Priscila Malanski Preparação Vocal: Babaya Morais Coreografia: Raphael Fernandes Cenografia e Figurino: Paulinho Maia Iluminação: Beto Bruel Visagista e Arte Visual (tambores): Fabi Melatte Designer Gráfico: Martin Castro Fotografia: Roberto Reitenbach Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais: Platea Comunicação e Arte Técnico de Áudio: Luigi Castel Assistente de Produção: Vinícius Jardim e Ana Luiza Metzger Diretor de Produção: Marcos Trindade Proponente: Alessandro Sangiorgi Apoio Cultural: Centro Cultural Teatro Guaíra, UFPR, Padaria América, Bar Quermesse Apoio: Copel - Companhia Paranaense de Energia Incentivo: Profice - Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura - Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura - Governo do Estado do Paraná. “PROJETO REALIZADO COM O APOIO DO PROGRAMA ESTADUAL DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA (PROFICE) – SECRETARIA DE ESTADO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL E DA CULTURA – GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ”.

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...