MOSTRA COLETIVA "CORES DO CERRADO" NA FEIRA DO GUARÁ

Para celebrar os 52 anos de fundação do Guará, artistas visuais da região apresentam suas obras na mostra coletiva Cores do Cerrado.

Trabalhos em diferentes técnicas e suportes reunidos para reafirmar o protagonismo da arte na construção da identidade cultural guaraense

A Feira do Guará abriga, entre os dias 20 de maio a 10 de junho, a mostra coletiva “Cores do Cerrado”. A escolha do local, polo irradiador de diversas manifestações culturais, encontra consonância na linha curatorial de Thiago Magalhães. “Convidamos nove artistas que expressam a pluralidade de suas artes em diferentes técnicas e suportes”, conta o curador. Na exposição “Cores do Cerrado”, o visitante passeia por um rico mosaico composto de pinturas, grafites, desenhos, pirografias e objetos assinados por Fernanda Ferrugem, Lola, Regina Ezaime, Jeorgenete Monfort, Juliana Borgê, Thamires Barros, Manoel Albuquerque, Michelle Cunha e Alerrandro. Entre os e as artistas convidadas, uma forte presença de mulheres e representantes da comunidade LGBTQIAP+, “resolvemos privilegiá-las em razão da qualidade dos trabalhos e para reafirmar seus protagonismos na construção da identidade cultural guaraense”, justifica Thiago. Nesse momento singular da nossa humanidade, a arte “é um sopro de vida e de resiliência em meio ao caos social provocado pela pandemia intensificado pela crise política que vivemos”, conclui o curador. PROGRAME-SE Mostra coletiva: “Cores do Cerrado” Curadoria: Thiago Magalhães Assistente de curadoria: Julimar Santos, Gerente de Cultura do Guará Local: Feira do Guará Visitação: De 20 de maio a 10 de junho de 2021 Horário: De quarta-feira a domingo, das 9h às 18h Apoios: Conselho de Cultura do Guará, ASF - Arte sem Fronteiras, Pastelaria Universidade do Pastel e Associação dos Feirantes da Feira do Guará

1/3