MARVET LANÇA DISCO EM HOMENAGEM A TRÊS RIOS

Gravado ao vivo e com registro em vídeo, disco leva o nome de um dos principais polos culturais do interior do Rio de Janeiro. “Três Rios” é o primeiro disco solo de Marvet, que estará disponível em todas as plataformas de streaming a partir do dia 11 de maio.

Poucos meses antes do isolamento social provocado pela pandemia de COVID-19, Marvet dava início às gravações de seu primeiro disco solo, com produção assinada por ninguém menos que o maceioense Wado. Os ventos sopraram contra os planos do músico, que teve seus ensaios suspensos e a produção do seu disco interrompida. Em meio a um mercado musical devastado pela interrupção dos shows e dos encontros presenciais, Marvet encontrou recursos nos editais estaduais da Lei Aldir Blanc para caminhar com sua carreira.


Dedicando-se a formatar versões acústicas de suas canções, o músico levantou um show para a plataforma Youtube intitulado “Marvet, Ao Vivo Em Casa”. A produção chamou a atenção de João Aguiar, atual secretário de cultura do município de Três Rios e músico com vasta carreira no meio artístico nacional e internacional (sócio da Playrec Studios, especializada em produção de DVDs de show ao vivo e responsável pela produção e gravação do Coral Petrobras e do Projeto Pixinguinha 30 anos, entre outros trabalhos). A parceria entre Marvet e João Aguiar resultou em um grande projeto de artes integradas com o objetivo de homenagear esta pequena cidade de tantos talentos da região Centro-Sul do Rio de Janeiro, cujo a história emblematicamente narra a construção do Teatro Celso Peçanha - principal equipamento cultural do município - pelas mãos de seus próprios habitantes em mutirão, antes mesmo de sua emancipação. Assim Marvet concebeu o "Projeto Três Rios", um levante de artistas e produtores locais, acontecendo em diferentes espaços de grande relevância cultural como o “Encontro dos Três Rios” (Paraibuna, Piabanha e Paraíba), um dos poucos Deltas Triplos do mundo - além do Teatro Celso Peçanha, atualmente um dos mais bem estruturados teatros do interior do estado.


O projeto multilinguagem traz para o centro da ação o registro audiovisual da apresentação do músico Marvet, incluindo performances de outros treze artistas e o relato de suas trajetórias, cada um ocupando um diferente cartão postal da cidade, reunindo em torno de cinquenta profissionais da cultura ao longo dos três meses do projeto. Gravado na Casa de Cultura e Turismo da cidade - o show “Três Rios” envolve ainda outros agentes da cena local, como o maestro Felipe Carretiero (diretor da Camerata de Violões de Três Rios, atualmente a maior do país) e a coreógrafa Marianne Mockdecce (diretora da Escola de Dança Maria Emília, filiada à Royal Academy of Dance, de Londres). Marvet traz para o repertório as principais canções de sua carreira em versões acústicas, com a participação de músicos convidados.


A conclusão deste grande projeto é o lançamento do disco “Três Rios”, novamente contando com a produção musical assinada por Wado - um dos nomes mais relevantes da cena independente brasileira. A parceria entre o músico trirriense e Wado ainda terá sequência no lançamento do seu próximo disco de estúdio, previsto para 2022.


Mais sobre Marvet: Nome artístico de Leonardo Silva de Carvalho, Marvet foi radicado em Magé desde os cinco anos de idade e posteriormente em Três Rios, ambas cidades do interior do Rio de Janeiro. Influenciado por artistas da MPB e do rock, especialmente pelos que movimentam a cena independente, seu estilo passeia entre os clássicos e contemporâneos formadores da identidade mutante que é o indie brasileiro.


Seu álbum de estreia, “Marvet Feat. Doutor Watson”, gravado em 2013, só pôde ser lançado anos depois, em 2018, junto ao clipe oficial de sua principal faixa, “Lady”. Após as gravações, Marvet ausentou-se da banda para assumir a co direção dos espetáculos teatrais da Cia Cortejo, de Rodrigo Portella, com quem veio a realizar duas de suas principais montagens, “Antes da Chuva” e “Alice Mandou Um Beijo”, com circulação nacional pelo Palco Giratório SESC e internacional por festivais na América Latina.