top of page

LUI COIMBRA LEVA "RODA_FLOR" A NITERÓI

Em circulação pelo projeto SESC Pulsar, o cantor e violoncelista apresenta seu novo show, dia 29 de setembro, no SESC Niterói.

Depois de apresentar seu novo trabalho no universo digital, Lui Coimbra mostra "RODA_FLOR" ao vivo, em circulação pelo SESC Pulsar. Depois da estreia carioca, o cantor e violoncelista leva seu novo show a Niterói, com única apresentação dia 29 de setembro, às 19h, no SESC Niterói. A turnê segue dia 24 de outubro para o SESC Copacabana.


No palco de "RODA_FLOR", em Niterói, Lui Coimbra (voz, violoncelo, violão e rabeca) é acompanhado por Murilo O'Really (percussão e pandeiro), Sérgio Chiavazzoli (guitarra e bandolim) e Pedro Aune (baixo e tuba), além da convidada especial Paloma Ronai (sanfona). No repertório, as músicas do novo disco, lançado em junho.


LUI COIMBRA é cantor, violoncelista e compositor. Faz parte da tradicional linhagem dos "cantautores" brasileiros, mas com um diferencial: o violoncelo a tiracolo. Lançou "OURO e SOL" (2003) e "VIOLA PERFUMOSA" (com Ceumar e Paulo Freire), em 2018. Como instrumentista, seu violoncelo popular e peculiar pode ser ouvido em mais de três centenas de gravações e shows com artistas como Alceu Valença, Ana Carolina, Caetano, Zizi Possi e Ney Matogrosso. É arranjador e diretor musical do premiado álbum "Senhora das Folhas", de Áurea Martins (indicado ao Latin GRAMMYs 2022), e compositor premiado de trilhas para TV, teatro e cinema. Todas estas suas múltiplas facetas estão presentes em "RODA_FLOR".


Sobre o disco, por Leonardo Lichote

De sua perspectiva urbana e litorânea, o carioca Lui Coimbra sabe olhar para dentro do Brasil — e entender os ritos, a lógica, o tempo que rege esse terreno vasto. Conhece a ciência de chegar, que Caetano Veloso resumiu como "sempre pedir licença mas nunca deixar de entrar". É exatamente dotado dessa sabedoria que Lui abre seu novo álbum, "RODA_FLOR", com a canção "Dona tá Reclamando" (Dominguinhos Minguinho). Seus primeiros versos, "Dona tá reclamando / Porque nós tamo chegando agora / Eu acho impossível, dona / Sempre se chegar na hora". É assim que tem início o giro das pétalas que compõem o colorido do disco, passando por Marisa Monte, Zeca Baleiro, Naná Vasconcelos, Mário Quintana, Villa-Lobos e Ferreira Gullar.


"RODA_FLOR" desagua, por fim, em "O Rio" (Marisa Monte / Seu Jorge / Carlinhos Brown / Arnaldo Antunes), em arranjo minimalista de violão e charango andino que ressalta a poética da canção que nos lembra que a ciência, assim como a natureza, deve ser observada em tempos incertos. Ponto de chegada que é memória e futuro, o rio da canção traz uma metáfora do fluxo da vida cujo leito corta todo o álbum. "Lembra, meu filho, passou, passará / Essa certeza a ciência nos dá / Que vai chover quando o sol se cansar / Para que flores não faltem / Para que flores não faltem jamais", encerra a letra, plantando as cores da terra que Lui imagina e realiza em música.


PROGRAME-SE

Lui Coimbra

No show RODA_FLOR


Data: sexta-feira, 29 de setembro de 2023

Horário: 19h

SESC Niterói (R. Padre Anchieta, 56 - São Domingos)


Ingressos:

R$ 10,00 (inteira)

R$ 5,00 (meia-entrada em casos previstos por lei)

R$ 2,00 (credencial plena)

Gratuito (PCG)

Ingressos na bilheteria (de terça a domingo, das 8h às 19h)

Classificação: livre

コメント


bottom of page