LÉO GOMES - UMA MENTE INVENTIVA

Com trabalho nas áreas de teatro, stand up comedy, criação de vídeos online e dublagem, o artista coleciona boas histórias, que servem de combustível para novas criações.

O brasiliense Léo Gomes carrega consigo desde pequeno uma paixão que surgiu onde mais ama, nos palcos. Ator há mais ou menos 15 anos na cidade, já estrelou pelos espetáculos dos maiores diretores e Companhias de teatro desse quadradinho. De 2008 a 2011 frequentou a oficina da Escola Técnica Companhia da Ilusão e nesse período apresentou mais de 15 espetáculos pela Cia. Em 2011 co-fundou o grupo de comédia EmQuadrados, com o qual circulou por toda a capital com suas peças cômicas. No mesmo ano, lançou o canal EmQuadrados no Youtube, sempre alimentado porm esquetes de humor sobre o cotidiano brasiliense.


Aos 27, ao lado de grandes atrizes e atores do cenário brasiliense, co-fundou o grupo de leitura dramática semanal, Os Dramátikos. Acrescentando ao seu portfólio mais de 40 apresentações. Após 2 anos, com o nascimento do seu filho, optou por dar uma pausa nas apresentações semanais dos Dramátikos. Mas é claro que durante esse período não deixou de criar e produzir. Enquanto administrava seu tempo entre o pequeno e a correria do dia a dia, conheceu a dublagem, ou melhor, foi apresentado. Logo se encantou e hoje já ultrapassam 50 dublagens para canais como Fox, National Geographic, Discovery, Globo Play, TV Brasil, Netflix dentre outros, além da narração do audiobook infantil Pinóquia, da produtora Narratix.


Ainda inspirado pelo nascimento do seu filho, Léo criou a Mundo Fantástico, uma companhia de teatro para infância que, através de roteiros originais e personagens marcantes, busca apresentar a linguagem cênica para crianças e adolescentes utilizando uma nova visão de obras infantis já conhecidas.


Para a Companhia escreveu 15 peças e dirigiu e atuou em mais de 40 apresentações ao logo dos anos. Com a pandemia em 2020 e sem palco para se apresentar, as ring lights se transformaram em holofotes, as redes sociais em palco e os seguidores no público, afinal, o show tem que continuar. Foram Workshops virtuais, aulas, lives, podcasts e muito conteúdo audiovisual autêntico, como também as apresentações online dos Dramátikos em casa, que de alguma forma fazem a arte permancer viva.

A necessidade de escrever sempre foi algo presente, hoje, entre peças, crônicas, contos, poemas, e até livro, conta com mais ou menos 100 textos escritos, além das piadas. Diferente do teatro, o Stand Up foi algo que surgiu “do nada”. Por ser muito ligado à comédia e o costume de escrever humor, foi match na certa. E em 2019 foi convidado para algumas apresentações, como no Teatro do Brasília Shopping com a Cia Setebelos, e em noites de Stand Up em Brasília e Goiânia.


Hoje, o artista conta com 8 projetos autorais escritos, produzidos e editados em suas redes sociais, onde aborda de forma cômica sua relação com seus pensamentos, sua arte e seu TDAH, através de personagens carismáticos e expressivos, como Cezinha Almodóvar, um crítico de cinema adorável e com opiniões ácidas a respeito do universo cinematográfico, no seu atual projeto, Clássicos em menos de 1 minuto e Cezinha Responde.


E o “Faz Tudo” já tem seu próximo projeto na manga, talvez o maior até hoje, um Mockumentary diferenciado, ao estilo Léo Gomes. Humor, drama, suspense, muito Plot Twist e participações especiais de artistas da cena brasiliense compõem o mock escrito e dirigido por ele.


SIGA O ARTISTA NAS REDES

Instagram: @_leogomes_

TikTok: @fragmentadoproducoes


1/3