top of page
  • davicdm

JOGO DE TRILHA GRIÔ - CAMINHOS DO RIO MELCHIOR

Projeto é uma ação educativa e cultural com estudantes de escolas públicas de Taguatinga e Ceilândia.

Entre julho e setembro, as escolas Centro de Ensino Fundamental 5 - Taguatinga Sul e CEF 11 Ceilândia Sul, receberam 5 educadoras da Pedagogia Griô: Adele Teixeira, Jacyara Tonhá, Luana Cavalcante e Priscilla Castro, para feitura e vivência do Jogo de Trilha Griô. O jogo é uma prática da Pedagogia Griô,  um método de aprendizado que utiliza como recursos pedagógicos a contação de histórias, cantigas, danças, mitos, resgates de saberes tradicionais e símbolos, de modo a viabilizar o aprender brincando.


Tendo como tema gerador o Rio Melchior, o projeto levou para as escolas públicas o debate sobre a degradação ambiental do rio e levantou diferentes temáticas sociais, culturais, econômicas e históricas relacionadas com o mesmo, assim como com as cidades que ele passa e faz ligação - Taguatinga, Samambaia, Ceilândia e Sol Nascente. Tudo isso de modo interdisciplinar e transdicisplinar, permeando também os saberes aprendidos nas disciplinas da faixa etária que foi trabalhada.


Foram 4 encontros, com 3 turmas de cada escola, envolvendo estudantes do 6º e 7º ano. Em cada encontro ocorreu uma etapa de criação do jogo,  sendo um encontro para apresentação do jogo a partir de uma peça criada pelas educadoras chamada "Mito do Rio Melchior"; 3 encontros para confecção (tabuleiro, bonecos, ecobags, colar), nos quais os estudantes vivenciaram atividades artísticas de desenho, pintura, artesanato e modelagem; e um encontro final para a prática do jogo.

Como é o jogo

O jogo é composto por peões, um tabuleiro de tecido, cartas com perguntas e desafios, um livreto de respostas, grãos e um colar para guardar os grãos. É colaborativo, em que cada participante contribui com o que sabe para a elaboração do conhecimento e responder a pergunta da carta. Sendo assim, os estudantes trocaram saberes sobre histórias, pontos culturais, parques da sua região e problemáticas ambientais do rio, também adicionaram no tabuleiro praças, quadras e outros locais no entorno da escola os quais os estudantes têm relação afetiva. 


Nessa ação, os participantes brincaram, conviveram, criaram relações de ajuda, se expressaram espontaneamente, problematizaram os temas geradores e auto-avaliaram erros e acertos em uma missão coletiva. E no processo de elaboração do jogo, desenvolveram habilidades:  afetivas como a empatia com o rio, sensibilização para a educação ambiental, lapidação da relação com o território; desenvolvimento criativo e  manual na confecção de tabuleiro, por meio de desenhos e pinturas; artísticas com cantos, movimentos corporais, danças e histórias. 


Todas as ações do projeto estão disponibilizadas nas redes sociais @caminhosdoriomelchior.


Este projeto foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal - Secretaria de Economia Criativa do DF.


Equipe de produção: Fernanda Keller, Michelle Duarte e Priscilla Castro. 



Comments


bottom of page