GRUPO VARANDA TEATRO E A ARTE DO LAMBE-LAMBE

O espetáculo brasileiro [Histórias encaixotadas] Teatro lambe-lambe, inspirado em obras de grandes artistas plásticos, integra a programação do maior festival de artes de rua de Portugal, em Santa Maria da Feira.

Teatro Lambe-Lambe

Através do Teatro Lambe-lambe, quatro histórias de curta duração podem ser espiadas em pequenas salas de espetáculos itinerantes, de forma individual. As [Histórias encaixotadas] são inspiradas pelos artistas Oswaldo Goeldi, René Magritte, Pablo Picasso, Tarsila do Amaral e utilizam da poética das miniaturas para uma experiência visual e sonora.


O Teatro Lambe-lambe é uma modalidade teatral genuina brasileira, criada pelas bonequeiras e pedagogas nordestinas, Denise di Santos e Ismine Lima, na cidade de Salvador da Bahia, em 1989. Trata-se de um espaço cênico fechado tal qual uma sala de espetáculo, só que em formato reduzido e itinerante. Dentro dele acontece espetáculos de formas animadas de curtíssima duração apresentado para um espectador por vez, que espia a história através de uma pequena abertura.


O nome Teatro Lambe-lambe é inspirado pelos antigos fotógrafos de praças, também chamados fotógrafos lambe-lambe, que utilizavam câmeras fotográficas em formato de um caixote sustentado por tripés. Foi dentro de uma antiga câmera fotográfica lambe-lambe que Denise e Ismine encenaram o espetáculo “O parto”, criando então esta nova modalidade que se disseminou por 4 continentes nos últimos 31 anos.

José V. Gomes

A relação poética e intimista estabelecida no Teatro Lambe-lambe com o espectador através do ato de espiar, desta vez, poderá ser observada de forma virtual no Imaginarius Festival de Artes de Rua, de Santa Maria da Feira-PT, que acontecerá entre os dias 27 e 31 de maio de 2021, através da rede https://www.imaginarius.pt/ . O espetáculo [Histórias encaixotadas] Teatro Lambe-lambe da Varanda Teatro representará o Brasil na categoria Mais Imaginarius, ao lado de artistas da Espanha, França, México e também Portugal. Nesta categoria as apresentações acontecerão através de live streaming, que após as apresentações, serão analisadas por júri técnico e público, que irão selecionar um dos grupos para realização de uma criação em residência artística no Imaginarius Centro de Criação (ICC), em maio de 2022, em Santa Maria da Feira-PT.


Além da Mostra Mais Imaginarius e da Chamada de Apoio à Criação, o festival que acontecerá de forma híbrida, com apresentações virtuais e presenciais na cidade de Santa Maria da Feira-PT, neste ano, teve estreia de três novas chamadas – Artes Digitais, Arte Urbana e Filme Documentário –, para a seleção de projetos locais, nacionais e internacionais, que integrarão a programação do Imaginarius’21, em conjunto com a reprogramação do Imaginarius 2020. O Imaginarius Festival de Artes de Rua é uma realização da Autarquia Municipal de Santa Maria da Feira-Portugal e é considerado o maior festival de artes de rua desse país.


O espetáculo

José V. Gomes

“[Histórias encaixotadas]” é composto por quatro espetáculos nas técnicas do Teatro Lambe-lambe, com histórias independentes, porém, interligadas por obras de grandes artistas plásticos: o brasileiro Goeldi (1895-1961), o belga René Magritte (1898-1967), o espanhol Pablo Picasso (1881-1973) e a brasileira Tarsila do Amaral (1886-1973).


As histórias se desenrolam de maneira visual e sonora, sem uso de textos e utilizando-se de bonecos de manipulação direta e bonecos de vareta. A partir de uma relação simples e intimista com o espectador, as histórias apresentam um conflito a ser resolvido, envolvendo elementos como tensão, fantasia e surpresa - seja através de um cenário que se transforma, da mudança de luzes, ou do movimento repentino de um objeto.

Como tudo acontece - Foto: Auri Fotografia

João Darte, lambelambeiro e diretor de produção da Varanda Teatro, conta que a obra nasceu do desejo do grupo em trabalhar com a poética das pequenas formas, que começou a ganhar corpo a partir de uma residência artística realizada no FIT Rio Preto (Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto), em 2017, quando o grupo recebeu orientação artística de Tiago Almeida e Abel Saavedra. Em 2019, a Varanda promoveu a primeira edição do MINI - Festival de Teatro Lambe-Lambe, com fomento do Prêmio Nelson Seixas. Ainda naquele ano estreou e circulou pelo interior paulista com o espetáculo [Histórias encaixotadas], e em 2020 adaptou-se para o formato virtual para mais uma circulação; ambas através do ProAC Editais, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de SP. As [Histórias encaixotadas] são manipuladas pelas atrizes e atores lambelambeiros Fernanda Missiaggia, Gui Hernandes, João Darte e Laura Barbeiro.


PROGRAME-SE

[Histórias encaixotadas] Teatro Lambe-lambe | Varanda Teatro

Onde: No Imaginarius Festival Artes de Rua - https://www.imaginarius.pt/

Quando: 27 a 31 de Maio de 2021. Programação completa em breve no site acima.

Gratuito. Livre


Siga a Varanda Teatro na internet: https://linktr.ee/varandateatro