FRANCIS WILKER, KENIA DIAS E DIEGO BORGES LANÇAM PLATAFORMA DO PROJETO "ARCADA"

Evento de lançamento, marcado para o próximo dia 25, terá chat interativo com o público.

Com apoio do FAC - Fundo de Apoio a Cultura do Distrito Federal, ‘Arcada’ dá continuidade à pesquisa de Diego Borges sobre o movimento enquanto expressão sensível da relação entre corpo e mente. Neste encontro, a troca com a diretora Kenia Dias, que transita entre a dança e o teatro, amplia o repertório composicional e dialoga com as investigações do encenador Francis Wilker, que estuda o espaço e a performance. A direção de arte agrega o olhar detalhista e inventivo de Jonathan Andrade. Segundo o encenador Francis Wilker, quando Diego Borges o convidou, em 2017, para realizar um projeto artístico, disse que tinha o desejo de criar um solo que coubesse em sua mochila de viagens. Cinco anos depois, o desafio inicial transformou-se no experimento cênico ‘Arcada’, que investiga o movimento e sua produção de sentidos e sensações na criação teatral. A vídeo-performance tem codireção de Kenia Dias. Os três artistas estarão ao vivo no YouTube, no dia 25 de maio, às 19 horas, para realizar o lançamento oficial do site do projeto e para conversar com o público a respeito do processo de criação da obra e seu contexto político-social.

Num tempo em que o valor do corpo está na sua capacidade de produzir e gerar capital, assistimos, em ‘Arcada’, o devir de um corpo entre a força, a precariedade e a falência. Um dia seremos todos mineral e sobrarão alguns ossos a partir dos quais novas narrativas serão criadas.

Site No site do projeto já estão disponíveis fotos, entrevistas e a vídeo-performance, além de material sobre mediação e diário do processo criativo.

Mediação No material de mediação o público vai encontrar propostas para discussões sobre ‘Arcada’. A ideia é criar contextos que ampliem as possibilidades de contato entre a obra e os espectadores, favorecendo o estabelecimento de vínculos afetivos e cognitivos. A proposta que apresentamos é composta por atividades a serem realizadas antes e depois de assistir à obra. Importante lembrar que um dos pontos do trabalho de mediação é assegurar a autonomia dos espectadores, substituindo a ‘explicação da obra’ pelo estímulo à expressão das ideias e sensações de cada um. Dessa forma, evitamos também a ideia de uma leitura correta da peça - muitas leituras são possíveis!

PROGRAME-SE Conversa com os criadores e lançamento oficial do site www.projetoarcada.com Dia 25/05, às 19 horas (horário de Brasília) Apresentação da performance em vídeo e chat interativo. Canal: Zoom (Oficina Cultural Oswald de Andrade) https://us02web.zoom.us/j/83555218193

QUEM FAZ Atuação: Diego Borges Direção: Francis Wilker e Kenia Dias Direção: de Arte Jonathan Andrade Direção de Fotografia: Danilo Borges Filmagem e Edição: Claraboia Filmes Dramaturgia: Francis Wilker e João Turchi Textos: Diego Borges e João Turchi Mídia de Internet: Portal MUD Mediação Escolar: Glauber Coradesqui Direção de Movimento: Kenia Dias Direção de Palco: Daniele Fecury Direção de Produção: Júnior Cecon Assistente de Produção: Daniele Fecury Designer de Luz: Diego Borges Fotografia Danilo Borges e Juliana Boechat Assessoria de Imprensa Juliana Boechat e Roberto De Martin Intérprete Cultural Tatiana Elizabeth Designer Gráfico / Web Danilo Borges e Diego Borges Estagiários Gabriel Luz e Giovana Lisboa Trilha Sonora Diego Borges Apoio: Oficina Cultural Oswald de Andrade

Francis Wilker é artista da cena e professor do curso de licenciatura em Teatro e do Programa de Pós-graduação em Artes do ICA-UFC. Atua como professor colaborador do Mestrado Profissional em Artes do IFCE. Doutor e Mestre em Artes pela ECA/USP. Um dos fundadores e diretores do grupo brasiliense Teatro do Concreto. Atua frequentemente como curador de festivais de artes cênicas nacionais e internacionais. Autor do livro Encenação no espaço urbano (editora Horizonte, 2018).

Kenia Dias é diretora, performer e professora de artes cênicas. Trabalha com diversos artistas e companhias de teatro e de dança, como Cia Brasileira/PR, Companhia de Dança Palácio das Artes/MG, Grupo Galpão/MG, Georgette Fadel, Grace Passô, Janaína Leite, Ricardo Garcia, Dudude Herrmann. Sua pesquisa está em investigar dramaturgias corporais para a cena e analisar registros de processos de criação. Doutora em Comunicação e Semiótica/PUC-SP, mestre em Arte e Bacharel em Interpretação Teatral/UnB.

Diego Borges é doutorando em Teatro pela Universidade da Bahia - UFBA. Bacharel (2012) e Mestre (2016) em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília - UnB. Estudou na University of Edinburgh e na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa (ESTC); participou de cursos e workshops em Nova York; Lisboa; Varsóvia; no Grotowski Institute, em Wroclaw, na Polônia; e no Workcenter of Grotowski and Thomas Richards, na Itália. É criador da metodologia First Body - workshop de criação, resultado de sua pesquisa de mestrado.

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...