EXPOSIÇÃO POÉTICAS DO ABSURDO SERÁ ABERTA NO GUARÁ II

A palavra absurdo, em tempos de crise e choque político, parece estar por toda parte. Poéticas do Absurdo, primeira exposição individual de Natasha de Albuquerque, fala da arte contemporânea.



Alguma coisa sem sentido aparente poderia ser considerada absurda, mas qualquer manifestação ocorre como uma reação a tudo que vivemos. Levamos em conta a existência do absurdo na arte por violar as leis da lógica e provar repentinamente a contradição da vida. Foto-performances, instalações participativas, vídeos e propostas ambíguas para o público desfrutar se espalham por quatro ambientes da galeria. O absurdo acontece como motor das coisas, que gera agitação confusa e necessidade de mudança.


Natasha de Albuquerque é artista, produtora, performer, fotógrafa e videomaker. Mestre em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasília, é integrante do grupo Corpos Informáticos e já participou de mais de 40 exposições coletivas, incluindo mostras de performance e vídeo-art nas cinco regiões do Brasil e internacionalmente no Chile e em Portugal; agora lança sua primeira exposição individual com trabalhos que vêm sendo construídos na última década e obras inéditas. Ela propõe a campanha VOTE NU que visa insistir na propagação da frase como uma campanha política a favor da nudez, da liberdade e do desnudamento social e político. Nos últimos quatro anos, foram centenas de cartazes e adesivos colados nas ruas com adesão nacional de artistas, nudistas e afins pela hashtag #votenu. A artista também promove a Oficina de Nudismo em espaços onde todos são convidados a estarem nus sem qualquer estranhamento proposto às corporeidades adversas e indisciplinas do corpo. Esta oficina também acontece na exposição Poéticas do Absurdo.


A pesquisa de Natasha convida o público a participar de performances, instalações, composições urbanas e proposições sem categoria certeira. Expressão híbrida ou arte misturada, como ela mesma nomeia. Sua intenção é causar dúvida e perplexidade diante das banalidades do cotidiano e da realidade normativa, provocando riso, deboche e diversão.


PROGRAME-SE

PRODUTO: Exposição Poéticas do Absurdo

GÊNERO: Artes Visuais/ Performance

ONDE SERÁ: Galeria A Pilastra - QE 40, Conjunto D, Lote 38, Guará II

QUANDO: 01 de novembro a 31 de dezembro

HORÁRIO: Quinta a sábado, das 15h às 21h / Domingo, das 14h às 18h

CLASSIFICAÇÃO: 16 anos

QUANTO: Entrada Gratuita

PROGRAME-SE

"A originalidade do projeto #VOTENU já é uma ótima porta de entrada para o universo da artista. Além de falar de absurdos em tempos nada convencionais, uma exposição realizada fora do Plano Piloto sempre cai muito bem para o público. Prestigie!"

1/5

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com