© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com

  • Josuel Junior - Editoria

ESPETÁCULO "A SENTENÇA" EM CARTAZ NO CCBB BRASÍLIA

No dia 6 de fevereiro, estreia o novo espetáculo "A Sentença" no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília (CCBB Brasília).

Foto: Thales Alves

“A Sentença” aborda as injustiças geradas pelo preconceito em um texto inspirado em casos reais ocorridos em vários locais do mundo em que pessoas são acusadas, condenadas à morte e executadas sem provas cabais de suas culpas. Com duração de 80 minutos, o espetáculo fica em cartaz de quinta a domingo, com sessões às 20h, até o dia 23 de fevereiro.


A peça apresenta as discussões de um júri sobre a culpa de um jovem de dezoito anos, acusado de ter assassinado sua mãe em um crime violento e bárbaro. O acusado alega inocência. Em poucas horas, os jurados deverão decidir o futuro do jovem a partir das provas apresentadas. No elenco estão os atores Adair Oliveira, Bete Virgens, Eduardo Jayme, Fabiana Tenório, Filipe Moreira, Jefferson Leão, Logan Dias, Luana Coelho, Maria Moreira, Pedro dos Anjos, Rafael D’Carvalho, Raquel Mendes e Sergio Tavares.


A dramaturgia presente nesta obra ressalta os elementos que precedem a execução de um prisioneiro. Este é o terceiro trabalho consecutivo do diretor que lida com o tema da violência diária.


PROGRAME-SE

PRODUTO: A sentença

ONDE: Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília

QUANDO: de 6 a 23 de fevereiro, de quinta-feira a domingo

HORÁRIO: 20h

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

QUANTO: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)

* A sessão de 20 de fevereiro, quinta-feira, 20, contatará com tradução para LIBRAS


QUEM FAZ Direção: Fernando Guimarães Elenco:Adair Oliveira, Bete Virgens, Eduardo Jayme, Fabiana Tenório, Filipe Moreira, Jefferson Leão, Logan Dias, Luana Coelho, Maria Moreira, Pedro dos Anjos, Rafael D’Carvalho, Raquel Mendes e Sergio Tavares.