top of page
  • Editor

EM SETEMBRO NO DF, "SOLOS FÉRTEIS - FESTIVAL E ENCONTRO INTERNACIONAL DE MULHERES NO TEATRO

"Solos Férteis" chega à sua 4ª Edição, com atividades presenciais e online, e se consolida como espaço referencial de encontro e divulgação para público e artistas com uma intensa programação

Espetáculo VACA - SP

Entre os dias 12 e 17 de setembro, serão apresentados 17 espetáculos no Teatro da CAIXA Cultural (SBS), à noite, e, à tarde, no Teatro SESC Garagem (913 Sul), local onde ocorrerão debates após cada sessão. O Festival também promove quatro oficinas no Instituto Federal de Brasília - IFB (610 Norte) e no Instituto Bíblico (601 Norte). A versão online será transmitida em novembro pelo canal do Festival no YouTube (www.youtube.com/@solosferteis7431), com sessões de espetáculos, oficinas, entrevistas e saraus.

Idealizado e sob a direção geral da atriz e diretora teatral Luciana Martuchelli, o Festival surgiu em 2010 do desejo “de dar protagonismo e endosso aos papéis das mulheres nas artes cênicas, em criar espaços de troca e afeto, características do feminino, bem como de aprendizado e para que seus discursos e reflexões tenham voz”, rememora Luciana. Outro alicerce do Festival é o convívio, que se dá na presença e participação das artistas em todas as atividades, proporcionando momentos de troca.

Ao longo dos seis dias de atividades, promovidas pelo Festival, “novos contextos e experiências serão apresentados para que artistas mulheres possam explorar novos olhares e abordagens para a criação teatral e nutrir, com mais profundidades, suas prioridades políticas, estéticas e existenciais”, destaca Luciana, que complementa: “o festival é um projeto onde diretoras, atrizes, técnicas, pensadoras e dramaturgas podem descortinar novos rumos”.

O Festival é uma realização da Tao Filmes e da Cia Yinspiração, com fomento do FAC - Fundo de Apoio à Cultura do DF e apoios da CAIXA Cultural Brasília, Governo Federal - União e Reconstrução, SESC DF e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do DF

Com o tema “Artistas sem Fronteiras - A Torre de Babel”, esta 4ª Edição do Solos Férteis - Festival e Encontro Internacional de Mulheres no Teatro evoca debates acerca dos desafios e oportunidades do fazer artístico e da preservação da voz e da perspectiva crítica das mulheres no teatro, por meio da difusão da produção feminina inédita e autoral, o intercâmbio, a igualdade de gênero e a inclusão de pessoas com deficiências. Assuntos que atravessam as dramaturgias das montagens e irão permear os debates e as oficinas.

Para compor a programação, foi aberta uma convocatória através da qual foram recebidas propostas vindas de todo o Brasil e de outros países da América Latina. Além dos espetáculos, serão oferecidas quatro oficinas presenciais do Festival: Corporeidades Dissidentes e Performatividade Negra, com Danielle Anatólio (RJ), e Juliana Pardo (SP); Lab Bambu - Jogo das Formas em Cena, com Poema Mühlenberg (DF); Em Busca do Segredo da Flor, para mulheres acima de 60 anos com Priscilla Duarte (SP); e Palhaça a Pina Bauch, com Bárbara Salomé (SP), e Bruna Betito (SP), essa com tradução para Libras. As inscrições gratuitas já estão abertas e podem ser feitas através de formulários disponíveis na bio do Instagram: www.instagram.com/solosferteis/. Outras duas ocorrerão em novembro, em formato virtual.

Rede internacional

Solos Férteis integra a rede internacional de Festivais - The Magdalena Project, na qual mulheres de teatro são protagonistas. Espalhada por mais de 50 países, a rede, desde a sua criação por Jill Greenhalgh, em 1986, no País de Gales, se firma sobre três pilares: Mostra, Residências Artísticas e Intercâmbio de Ideias. Os intercâmbios e conectividade ganham amplitude através do Fórum [virtual] de Discussão, onde fotos, vídeos e textos são publicados e algumas atividades transmitidas.

PROGRAME-SE

Solos Férteis - Festival e Encontro Internacional de Mulheres no Teatro

SESC Garagem da 913 Sul, com sessões dias 13, 14 e 16 de setembro, às 15h, com entrada franca, e dia 15, às 19h e às 21h, com ingressos a R$ 30 (inteira), e R$ 15 (meia para professores, estudantes, maiores de 60, funcionários da Caixa, doadores de alimento e artistas).

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 16 anos

Teatro CAIXA Cultural, no SBS, com sessões dias 12 de setembro, às 19h, 13 e 14, às 19h e às 21h, e dias 16 e 17, às 18h e às 20h. Nos dias 12 e 13 serão apresentadas performances no foyer do Teatro às 18h30, e no dia 17, às 17h


Ingressos a R$ 30 (inteira), e R$ 15 (meia para professores, estudantes, maiores de 60, funcionários da Caixa, doadores de alimento e artistas).


Vendas a partir do dia 9 de setembro no site da CAIXA Cultural e na bilheteria do teatro.

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 16 anos

Oficinas: de 13 a 15 de setembro no IFB (610 Norte) e no Instituto Bíblico (601 Norte), mediante inscrição prévia, através do formulário: https://bit.ly/Oficinas4SolosFerteis


Debates: dias 13, 14 e 16 de setembro, no SESC Garagem da 913 Sul, sempre às 16h

Programação, inscrições para as oficinas e mais informações: www.instagram.com/solosferteis/

Programação:

Dia 12 de setembro (terça-feira)

18h30: Capoesia, por Poema Mühlenberg (DF), no Foyer do Teatro da Caixa

19h: Mare Serenitatis, por Luciana Martuchelli (DF), no Teatro da CAIXA Cultural

Dia 13 de setembro (quarta-feira)

15h: O Amor Possível, por Priscilla Duarte (MG), no Teatro SESC Garagem da 913 Sul (com tradução para Libras)

16h: Debate - Memória, representatividade e empoderamento, no SESC Garagem da 913 Sul (com tradução para Libras)

18h30: Amor Título Provisório e Inalterável, por Mariana Baeta (DF), no Foyer do Teatro da CAIXA Cultural

19h: Enluarada, por Caisa Tibúrcio (DF), no Teatro da CAIXA Cultural (com tradução para Libras)

21h: O Misterioso Desaparecimento de W, por Adriana Nunes (DF), no Teatro da CAIXA Cultural

Dia 14 de setembro (quinta-feira)

15h: Pedra (P)árida, por Camila Guerra (DF), no SESC Garagem da 913 Sul

16h: Debate - Multilinguagem, corpo e dramaturgia, no SESC Garagem da 913 Sul

19h: Transmitologia, por Maria Leo Araruna (DF), no Teatro da CAIXA Cultural

21h: Subterrânea, Uma Fábula Grotesca, por Juliana Birchal (SP/MG), no Teatro da CAIXA Cultural

Dia 15 de setembro (sexta-feira)

19h: Lotus, por Danielle Anatólio (RJ), no SESC Garagem da 913 Sul

21h: Razão pra Ficar, por Ana Marinho (PB), no SESC Garagem da 913 Sul

Dia 16 de setembro (sábado)

15h: Não Aprendi Dizer Adeus, por Bárbara Salomé (SP), no SESC Garagem da 913 Sul

16h: Debate - Descolonização, representatividade e criação, SESC Garagem da 913 Sul

19h: Vaca, por Bruna Betito (SP), Teatro da CAIXA Cultural (com tradução para Libras)

21h: Hileia: Semeadora das Águas, por Juliana Pardo (SP), no Teatro da CAIXA Cultural


Dia 17 de setembro (domingo)

17h: Pedaços de Maria, por Maria Tavares (DF), no Foyer do Teatro da CAIXA Cultural

18h: Senhora P, por Adriana Lodi (DF), no Teatro da CAIXA Cultural

20h: Carangueja, por Tereza Seiblitz (RJ), no Teatro da CAIXA Cultural

Comments


bottom of page