COMPANHIA NOVA DE TEATRO REMONTA TRÊS OBRAS DE RICHARD FOREMAN

Três das obras mais representativas e inéditas do dramaturgo norte-americano Richard Foreman serão apresentadas em versão online.

Prostitutas fora de moda/ Foto: Antonio Simas Barbosa

Encenadas pela Companhia Nova de Teatro, que completa 20 anos em 2021, as peças têm direção de Lenerson Polonini. O projeto foi contemplado pelo PROAC da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e encenado em 2015, na SP ESCOLA DE TEATRO. Em 2017, o grupo encenou a última parte da trilogia no SESC Pinheiros. Em 2021, por meio da Lei Aldir Blanc, as peças foram remontadas e gravadas na FUNARTE SP, para transmissão online no canal do grupo no You Tube. Durante a temporada online, está prevista um encontro online com o dramaturgo, em data e dia a definir.


O elenco é composto por Fábio Mráz, Carina Casuscelli, Marcelo Marothy, Rafael Schimitt e Rosa Freitas, além de Paulo Cesar Peréio, que faz participação especial em voz off e em vídeo. A música é de Wilson Sukorski e os vídeos de Alexandre Ferraz. Lenerson Polonini também assina a iluminação e concepção espacial. A direção de arte, figurinos e maquiagem são de Carina Casuscelli. A tradução das peças é de Fábio Fonseca.


SINOPSES DAS PEÇAS:


OS DEUSES ESTÃO MARRETANDO A MINHA CABEÇA nos apresenta dois lenhadores rivais que esmagam tudo o que vêem pela frente, esperando que a verdade cósmica venha substituir a banalidade de suas vidas cotidianas. Uma bela mulher inicia-os nos mistérios do sexo, da morte e da ressurreição. A peça apresenta uma série de exercícios espirituais que contestam o fascínio do erótico e as falsas promessas de sabedoria e poder.

Nessa versão, com contornos de brasilidade, os machados dos lenhadores ganham auxilio de motosserras: uma alusão ao contexto atual de desmatamento da Amazônia, ampliando a dimensão da obra para uma abordagem de problemas político-sociais do país. O cenário virtual inclui fragmentos de uma Amazônia devastada pela ganância do motosserra e suas consequências para o planeta.


PROSTITUTAS FORA DE MODA (UM ROMANCE REAL) navega entre o expressionismo e o surrealismo, entre o lirismo e o sarcasmo, numa narrativa que se esforça em reconstruir a jornada sentimental de um jovem que envelheceu perdido entre o mundano e o platônico. Uma busca de sentido para existências extraviadas do prazer redentor, do desejo salvador e de um Eu sacrificado pelo absurdo.


A peça é uma viagem vertiginosa sobre quatro vidas em ruínas e fora de prumo, em meio a um vale sombrio de fluxos de consciências, que buscam o sentido de suas existências. A atual montagem busca mesclar histórias das prostitutas dos grandes centros urbanos, discutindo questões sobre a decadência humana.


BADBOY NIETZSCHE destaca o sujeito Nietzsche em crise, assombrado por seus fantasmas e angústias, sem qualquer enredo discernível, do ponto de vista do drama tradicional. O autor apresenta a crise do sujeito, do artista e da perda de identidade do homem fragmento, sob a lente filosófica. Uma visão multifacetada e onírica de Nietzsche, que reflete a condição do homem atual em um mundo cada vez mais sem sentido.


Na peça, uma criança, uma linda mulher e um homem perigoso indagam Nietzsche sobre diversas questões, em um jogo filosófico e de repetições que beiram o nonsense.


SOBRE

Richard Foreman: Nascido em 1937, é dramaturgo, pioneiro no teatro de vanguarda e performático americano e fundador do Ontological-Hysteric Theater. Desde a década de 70, as produções de Foreman refutam a ideia de teatro convencional, principalmente no que se refere a enredo, personagem, ambiente, linguagem e movimentação. O "teatro total" que caracteriza a obra de Richard Foreman une elementos das artes performativas, sonoras e visuais, filosofia, psicanálise e literatura para um resultado singularíssimo. O estilo de Foreman não se quer "cerebral". A densidade de seu teatro de composição é uma tentativa de refletir e processar visceralmente tudo o que ele herdou de suas explorações das ideias e das artes do século XX.


Companhia Nova de Teatro: Fundada em 2001, pelo diretor Lenerson Polonini em parceria com a atriz e figurinista Carina Casuscelli, a companhia desenvolve um trabalho de pesquisa contínua a partir da performance, das artes do corpo e do universo das artes visuais. A Companhia Nova de Teatro é uma companhia aberta e a cada novo projeto convida atores, bailarinos e artistas de diversas áreas para colaborarem com suas produções. O teatro multimídia desenvolvido pela Companhia Nova de Teatro procura explorar a tridimensionalidade do palco e a relação da arte com o espaço urbano. A representação performática privilegia o aspecto físico do ator na cena, onde estes não representam “papéis”, mas funcionam como ícones, imagens e veículos por meio dos quais o público recebe uma multiplicidade de eventos visuais e auditivos, como se estivesse dentro de uma caixa de estímulos sensoriais sincronizados.


Em 2020, durante o confinamento pela Covid-19, a companhia realiza a série DIÁLOGOS, com objetivo de pensar sobre a criação artística e a sociedade em tempos de pandemia, convidando o público a refletir e elaborar caminhos e estratégias em meio à crise global, com sérios impactos na arte, na cultura, na economia e na política. A série foi realizada via Instagram@cianovadeteatro e contou com a presença de artistas, gestores, críticos, jornalistas, curadores, pensadores, pesquisadores e líderes de relevada importância no cenário das artes, da cultura, da economia, da política e da filosofia.


PROGRAME-SE

TRILOGIA RICHARD FOREMAN

De 25/09 a 09/10/2021, sábados, às 11h00.

Link do Canal no YouTube: https://www.youtube.com/c/CompanhiaNovadeTeatro

* Após a estreia, as peças ficarão disponíveis durante 24 horas no canal.


OS DEUSES ESTÃO MARRETANDO A MINHA CABEÇA – Dia 25/09

Texto: Richard Foreman. Direção e iluminação: Lenerson Polonini. Tradução: Fábio Fonseca. Elenco: Marcelo Marothy, Rosa Freitas e Rafael Schmitt. Participação especial em voz off:Paulo Cesar Peréio. Figurinos: Carina Casuscelli. Trilha sonora: Wilson Sukorski. Vídeos: Alexandre Ferraz. Colaboração em vídeos e edição: Armando Lima. Operação de som: Felipe Moraes. Operação de luz: Verônica Castro. Operação de imagem: Téo Ponciano. Gravação: Armando Lima e Pedro Picanço. Edição: Tree Content House. Produção: Companhia Nova de Teatro. Fotos: Antônio Simas Barbosa. Duração – 41 minutos. Classificação: 16 anos. Gênero: teatro experimental.


PROSTITUTAS FORA DE MODA (UM ROMANCE REAL) – dia 02/10

Texto: Richard Foreman. Direção e iluminação: Lenerson Polonini. Tradução: Fábio Fonseca. Elenco: Fábio Mraz, Carina Casuscelli, Rosa Freitas e Rafael Schmitt. Participação especial em voz off e vídeo: Paulo Cesar Peréio. Figurinos: Carina Casuscelli. Trilha sonora: Wilson Sukorski. Vídeos: Alexandre Ferraz. Colaboração em vídeos e edição: Armando Lima. Operação de som: Felipe Moraes. Operação de luz: Verônica Castro. Operação de imagem: Téo Ponciano. Gravação: Armando Lima e Pedro Picanço. Edição: Tree Content House. Produção: Companhia Nova de Teatro. Fotos: Antônio Simas Barbosa. Duração – 51 minutos. Classificação: 18 anos. Gênero: teatro experimental.


BADBOY NIETZSCHE – 09/10

Texto: Richard Foreman.Direção e iluminação: Lenerson Polonini. Tradução: Fábio Fonseca. Elenco: Marcelo Marothy, Rosa Freitas e Rafael Schmitt. Participação especial em voz off :Paulo Cesar Peréio. Figurinos: Carina Casuscelli. Trilha sonora: Wilson Sukorski. Vídeos: Alexandre Ferraz. Colaboração em vídeos e edição: Armando Lima. Operação de som Felipe Moraes. Operação de luz: Verônica Castro. Operação de imagem: Téo Ponciano. Gravação: Armando Lima e Pedro Picanço. Edição: Tree Content House. Produção: Companhia Nova de Teatro. Fotos: Antônio Simas Barbosa. Duração – 45 minutos. Classificação: 16 anos. Gênero: teatro experimental.


Realização: Lei Aldir Blanc, Secretaria Municipal de Cultura, Prefeitura de São Paulo, Funarte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

*Projeto realizado através da Lei Aldir Blanc - Módulo Maria Alice Vergueiro.


AS MAIS LIDAS DA SEMANA...