top of page

CIA. PAULICEA DE TEATRO APRESENTA "A RAZÃO BLINDADA" NO CENTRO DE SÃO PAULO

Com direção de Alexandre Kavanji, texto do argentino Arístides Vargas, do conceituado Grupo Malayerba, e tradução de João das Neves, o espetáculo se inspira na história de Dom Quixote e Sancho Pança para refletir sobre as aventuras humanas situadas na imaginação como uma forma de resistência.

Nos dias 25, 26 e 27 de novembro de 2022, sexta-feira e sábado às 20h, domingo às 18h, com entrada gratuita, a Cia. Paulicea de Teatro apresenta “A Razão Blindada” na sede da A Próxima Companhia, que fica na Rua Barão de Campinas, 529 - Campos Elíseos, São Paulo - SP.

Com direção de Alexandre Kavanji, “A Razão Blindada”, foi criado a partir do texto do argentino Aristides Vargas, que mora em Quito, Equador, onde fundou o conceituado Grupo Malayerba, e contou com tradução do diretor e dramaturgo João das Neves, um dos grandes nomes do teatro latino-americano.


A montagem narra a história de duas pessoas em situação de aprisionamento, oprimidas por abuso físico e emocional, que buscam consolo na história de Dom Quixote e Sancho Pança. Apesar das extremas limitações, eles sentem a necessidade vital de vivenciarem algo que os transporte para uma aventura humana situada na imaginação, esse lugar onde a dor mais extrema não pode chegar. São buscas de espaços de resistência, criando outras sensibilidades e percepções diante do intolerável.


O espetáculo “A Razão Blindada” estreou em 2016 com uma temporada de apresentações na Oficina Cultural Oswald de Andrade, além de diversas apresentações em espaços culturais de São Paulo, ABC e interior, e participação em festivais como na FUNARTE de Belo Horizonte (MG), Sete Lagoas (MG), Espírito Santo e no Festival Internacional de Havana (Cuba).


“A Cia. Paulicea de Teatro traz nos espetáculos o questionamento sobre a identidade brasileira dentro da latino-americanidade, lançando um olhar não sobre aquilo que nos separa, mas sim no que nos une: colonizações que sucatearam nossas riquezas, ditaduras que torturaram e enterraram corpos de insurgentes e, atualmente, políticas socioeconômicas que criam uma nova forma de opressão e segregação”, comenta o grupo.


Sobre João das Neves

Um dos fundadores do Grupo Opinião, ao lado de Ferreira Gullar, Vianinha e outros nomes importantes do teatro brasileiro, João das Neves foi um encenador e pensador do teatro contemporâneo da América Latina, que deixou como legado uma importante contribuição para a formação intelectual e estética de grupos teatrais de várias partes do Brasil, provocando discussões em torno das múltiplas linguagens e da necessidade de realizar um teatro político sem perder de vista a dimensão da beleza e da estética.


Reconhecendo-se nas diversas lutas culturais e políticas do país, João das Neves realizou sua jornada dirigindo uma infinidade de espetáculos por todo o Brasil, e trabalhando em projetos especiais na Alemanha, onde escreveu uma peça radiofônica.

Com o projeto Missão João das Neves: em busca de uma nação imaginada, da Cia. Paulicea, contemplado na 38ª edição do Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, a partir de estudos sobre a vida e obra do dramaturgo, diretor, ator e poeta João das Neves, o grupo se propõe a investigar como o teatro pode ser constituinte de um campo no qual é possível resistir às estratégias da cultura de dominação e poder, reinventando uma subjetivação através de novas formas de existência e resistência.

Sobre a Cia. Paulicea de Teatro

Com 25 anos de existência, a Cia. Paulicea de Teatro sempre norteou sua pesquisa e suas obras a partir de materiais que promovessem um diálogo profundo com a cultura do Brasil e da América Latina, buscando refletir questões artístico-poéticas com espaço de confronto social e político.


Para o grupo, a função do teatro se caracteriza como uma ressignificação poética de nossas mais ricas manifestações culturais, para afirmação de nossa identidade e reflexão sobre o Brasil que temos e o Brasil que queremos. Um campo de investigação efetivo às estratégias da cultura de dominação e poder, reinventando assim, uma subjetivação através de novas formas de existência e resistência.

Com seus espetáculos, o grupo já participou de importantes festivais nacionais e internacionais, como o FIT São José do Rio preto, FIT de Londrina, FIT de Havana (Cuba), Circuito SESC de Artes, entre outros.


Ficha Técnica: Texto - Arístides Vargas | Tradução: João das Neves | Direção: Alexandre Kavanji | Direção de atores: Solange Dias | Atores: Dudu Oliveira e Cássio Castelan | Direção musical/Composições originais: Charles Razl | Gravação e Mixagem: Rafael Agra | Cenário, figurinos e adereços: Guto Togniazollo | Iluminação: Mauro Martoreli | Operação de som: Gabriel Kavanji | Assessoria de Imprensa: Luciana Gandelini | Direção de Produção: Iarlei Rangel | Produção executiva: Maju Tóffuli


PROGRAME-SE

“A Razão Blindada”

Classificação Indicativa: 12 anos

Grátis

Quando: 25, 26 e 27 de novembro de 2022 – Horário: sexta-feira e sábado às 20h, domingo às 18h

Onde: A Próxima Companhia - Endereço: R. Barão de Campinas, 529 - Campos Elíseos, São Paulo - SP


Commentaires


bottom of page