top of page

CENTRO DE DANÇA DO DF MOSTRA TODO SEU VIGOR EM UM DIA INTEIRAMENTE DEDICADO ÀS ARTES

Em comemoração ao aniversário de Brasília e ao Dia Internacional da Dança, o Centro de Dança do DF ofereceu a população do DF diversas oficinas gratuitas que movimentaram o espaço e as redes sociais.

A mostra realizada no final de semana no Centro de Dança-DF começou com a Residência Internacional do artista Idio Chichava, promovida pelo Movimento Internacional da Dança – MID. Ainda pela manhã foram realizadas diversas atividades para o público infantil, como balé, jazz, dança contemporânea e dança criativa, além de uma oficina de Dança em Libras para a comunidade surda. Cores, diversidade e movimento tomaram conta das salas e espaços multiuso do local, que mostrou sua vivacidade por meio da variedade de opções oferecidas à comunidade artística e ao público em geral. Outro ponto importante foi o Diálogo sobre a Lei Paulo Gustavo com a comunidade cultural para debater sobre o recurso emergencial, que em breve estará ativo.


A tarde foi intensa com mais uma ação acessível: a oficina com Wesley Messias e Jana Marques, destinadas a cadeirantes. Durante o dia, cerca de 400 pessoas estiveram pelo centro de Dança. Oficinas de charme e street jazz, breaking e freestyle, dança contemporânea, hip hop, dança do ventre, roller dance, dança negra contemporânea, dança flamenca, tango e práticas de improvisação fizeram parte das ações propostas.

À noite, houve uma mostra de resultados com os grupos residentes no CDDF. A abertura foi conduzida com muita sensibilidade ao som do piano tocado ao vivo por Tiago Ianuck, enquanto duas bailarinas se deixavam guiar pelas notas que preenchiam o foyer lotado de espectadores. Em seguida o público foi conduzido até a sala 03, onde a “Cia. Bailarinos de Brasília” emocionou a plateia com toda a elegância do Balé Clássico. As apresentações seguiram com um solo de autoria do coreógrafo Rodrigo Cruz e um duo das bailarinas Louise e Ludmila Fhaedra. Logo após, o clássico deu lugar ao trabalho dos coreógrafos Anna Uchoa e o seu núcleo de Dança, “Aura”, e Renato Fernandes com a “Foco Base”.

Já no final, o público assistiu a trechos do Espetáculo “SEMUTSOC”, da Companhia de Dança Corpus entre Mundos, dos Coreógrafos Dilo Paulo e Lenna Siqueira, que colocaram as cerca de duzentas pessoas na sala para dança, encerrando a noite numa espécie de catarse coletiva.


Siga as redes do Centro de Dança: https://www.instagram.com/centrodedancadf/

Comentarios


bottom of page