top of page

BENJAMÍN MORA (ARG) APRESENTA 'MÚSICA POPULAR EXTRANJERA' NO EYE PATCH PANDA, NA ASA SUL

EP autoral, gravado na Chapada dos Veadeiros, apresenta uma musicalidade nômade contemporânea, atravessada por ritmos tradicionais da Argentina, Brasil e América Latina

Foto: Lucas Basílio

No dia 12 de julho (sexta), o músico argentino Benjamín Mora desembarca em Brasília para lançar o EP autoral Música Popular Extranjera - MPE. O show ao vivo vai ocupar o espaço Eye Patch Panda, na Asa Sul, a partir das 20h, envolvendo o público com live-looping de música sul-americana. Os ingressos já estão à venda pelo Sympla.


Benjamin Mora é multi-instrumentista, cantor, compositor, produtor e gestor cultural, nascido na Patagônia. Artista nômade, há mais de sete anos pesquisa ritmos tradicionais argentinos, brasileiros e latino-americanos. MPE é seu primeiro disco e foi gravado na Chapada dos Veadeiros com recursos do FAC-Goiás. O EP apresenta um recorte da pesquisa musical que permeia a caminhada do artista pelo Brasil e América do Sul, desde 2017. 


MPE explora conceitos como estrangeiridade, identidades culturais, misturas e multiculturalidade nas obras de artistas migrantes, evidenciando recursos de composição e arranjos com sonoridades diversas. Além da música, é a poesia a que dá sentido e unidade a este trabalho, que viaja pelo tempo e conversa com obras de artistas como Atahualpa Yupanqui, Mercedes Sosa, Violeta Parra, Manu Chao, Bob Dylan e Caetano Veloso.


O show Música Popular Extranjera já foi apresentado em festivais no estado de Goiás, como o Ilumina 2023, Chapada Rock n' Blues 2022 e Jazz na Vila 2021. Também já passou em eventos culturais no Piauí e na Bahia. Durante a pandemia, foi apresentado em formato virtual no YouTube Live, com o apoio da Lei Aldir Blanc Goiás. O EP homônimo é um resumo do show, composto por quatro canções autorais. 

+ Sobre o Disco

Atualizando a sonoridade da música nômade, Música Popular Extranjera - MPE entrega um som tão familiar quanto contemporâneo, que aceita tanto regionalismos quanto linguagens globalizadas. É um som de fora e daqui. Um disco autoral que promove a mistura e a troca, a aproximação e a diferença. Quem ouve, pode identificar batidas de cumbia com sonoridade de piseiro, samba jazz em espanhol, folclores argentinos com timbres de neo-soul e blues rock recitado em versos de milonga. Ouve ainda congas, gaitas, güiros e baterias gravadas em estúdio como também em samples e teclados gravados digitalmente, além de cantos de pássaros e efeitos que acompanham a guitarra e a voz de Benjamín Mora. 


Com letras, voz e guitarra de Benjamín Mora, a gravação do disco contou com a participação de Flávio Marciano no contrabaixo e de Raphael Mosquito na percussão e bateria. A mixagem é de Ricardo Mosca, ganhador de dois Grammy Latino, e a masterização é de Daniel Tapia, indicado ao Grammy Latino 2018. O EP está disponível nas principais plataformas digitais de áudio e no YouTube, com legendas LSE e interpretação em Libras.


+ Sobre Benjamín Mora

Músico latino-americano e nômade nascido na Patagônia argentina e atuante no mercado brasileiro desde 2017. Em shows ao vivo, explora a técnica do live-looping, onde grava e mixa, em tempo real, camadas sonoras com guitarras, baixos, gaitas, percussões, vozes e samples que nos fazem viajar por toda América Latina. Se apresenta tanto em formato solo, duo ou banda, evidenciando uma versatilidade musical individual e coletiva. Sua caminhada e pesquisa musical não ignoram nem os lugares e nem o momento por onde passa, confluindo numa musicalidade nômade contemporânea.


PROGRAME-SE

Benjamín Mora lança MPE no Eye Patch Panda

QUANDO: 12 de julho, às 21h30

ONDE: Eye Patch Panda -  514 Sul, Bloco A, Loja 16





ความคิดเห็น


bottom of page