BANDA CAFUÁ LANÇA O SINGLE "BEMBALIÁ"

A Banda Cafuá lança clipe da música "Bembaliá" com convidado internacional e participação do público.

Cafuá, dentre outras coisas, significa esconderijo. Esconder-se, remete a encontrar-se. Encontros são janelas para o mundo. Em 2020, o Grupo Cafuá está lançando seu novo single, a música Bembaliá. A gravação traz como convidado especial Djanko Camara, cantor, percussionista e bailarino da Guiné. Djanko atua também no clipe de Bembaliá, que contou, ainda, com a participação do público, que durante a quarentena da pandemia da Covid-19 enviou vídeos à banda.


A música foi produzida por Guilherme Chiappetta e traz, além de Djanko Camara nos vocais, Thiago Righi na guitarra, Guilherme Chiappetta no baixo elétrico, Julio Astral e Luca Bedenha Foli ao djembê, Fernanda Ribeiro encarregando-se de percussão e voz, Samuel Ramos do saxofone e Geh Paes do trombone.


O clipe estava sendo rodado pela fotógrafa Lara Chang quando a epidemia do novo Corona vírus ganhou força e chegou ao Brasil. E, assim como muitas coisas e histórias, por conta da pandemia o caminho do clipe tomou um rumo diferente do originalmente planejado.


Surgiu a ideia, então, de convidar o público a enviar vídeos nos quais se dançava ao som de Bembaliá, e que fossem gravados a partir de suas respectivas casas, durante a quarentena. Com toda a pluralidade e riqueza do material recebido, o clipe de Bembaliá ganhou novas narrativas, cores, danças, movimentos, sentidos. Ganhou-se em diversidade. Ganhou‐se em união.


No idioma-mãe de Djanko “Bembaliá” significa unir. União é o que, hoje, nos é mais urgente, necessário, libertador. Unirmos‐nos, ainda que fisicamente distantes, é nossa maior garantia de que tudo isso logo passará; e de que dias mais iluminados e promissores virão.


SOBRE A BANDA

Com Thiago Righi na guitarra, Guilherme Chiappetta no baixo elétrico, Julio Astral ao djembê, Fernanda Ribeiro encarregando-se de percussão e voz, Samuel Ramos dos saxofones e Geh Paes do trombone, a banda lançou, em 2017, seu primeiro single: Três Pedras e um Gigante. A música também apresentou o clipe de estreia da banda, que foi dirigido por André Uba. O vídeo foi gravado na região da Cuesta de Botucatu e o clipe, que está disponível no Youtube e no site da banda, foi eleito pelo portal Pipoca Moderna como um dos 20 melhores clipes de 2017. Em seguida, no primeiro semestre de 2018, veio o single de Aielo.

1/5

© 2019 - Conteúdo - Portal de Cultura e Arte de Brasília e do Brasil

 Editado por Josuel Junior e colaboradores       I     Web Designer: Caio Almeida

  • Instagram B&W

Para sugestão de pauta, envie release o e-mail:

falecomportalconteudo@gmail.com