top of page
  • davicdm

AS AVENTURAS DE GOYÁ NA AGROFLORESTA

Com contação de histórias e trilha sonora original, “As Aventuras de Goyá na Agrofloresta” será lançado em setembro, em comemoração ao Dia Nacional do Cerrado

Alice Lira

Plantar alimentos e manter florestas de pé é um dos maiores desafios dos nossos tempos, em especial no Cerrado, o segundo maior bioma do Brasil. Com o pé firmado nas agroflorestas e nos saberes socioambientais da cultura popular, a atriz e educadora Dielle Mendes lança o espetáculo “As Aventuras de Goyá na Agrofloresta”. Ainda em celebração ao Dia Nacional do Cerrado, o lançamento será realizado no próximo domingo, 18 de setembro, no Ponto de Cultura Invenção Brasileira - Mercado Sul de Taguatinga. A sessão começa às 17h e será seguida de bate-papo com o público. A entrada é franca e livre.


As Aventuras de Goyá na Agrofloresta é um espetáculo de contação de histórias e teatro popular, que tem como objetivo sensibilizar crianças e adultos sobre a importância do Cerrado e dos sistemas agroflorestais para a produção sustentável de alimentos. Na montagem, a personagem Goyá nos conta a história do pássaro Jucaí, um sabiá que mora no alto de um buriti, no meio de uma agrofloresta. O enredo nos aponta saberes de povos originários e campesinos sobre como plantar e colher preservando a fauna e a flora cerratense, bem como a sociobiodiversidade.


A personagem Goyá é uma criação da brincante Dielle Mendes, a partir de suas vivências como mãe, artista, educadora popular e educadora ambiental. A história foi adaptada para a linguagem do teatro popular sob a direção cênica da brincante Luciana Meireles, em um processo criativo colaborativo, com foco na identidade e ancestralidade brincante das culturas populares brasileiras. A trilha sonora é original e foi produzida pelo multi-instrumentista Daniel Carvalho, a partir de cantigas populares que recriam sonoridades poéticas do Brasil interiorano.


A produção cenográfica e de figurino do espetáculo dialoga diretamente com seu conceito socioambiental e foi toda produzida por artesãos do Mercado Sul de Taguatinga. O inusitado cenário foi confeccionado com papelão e saco de cimento reutilizados, técnica desenvolvida pelo mestre griô Virgílio Mota, da oficina Tempo Eco Arte. Já os figurinos são poesias artesanais da mestra costureira Nen Rocha, com adereços criados por Micaele Melo, dentro da proposta de reutilização e reciclagem artística de materiais.


No dia 26 de setembro, “As Aventuras de Goyá na Agrofloresta” também será apresentado no Sítio Geranium, centro de referência em educação socioambiental e produção de alimentos orgânicos do DF, localizado em Taguatinga. No sítio, a apresentação será exclusiva para estudantes da rede pública de ensino. Já a partir do dia 27 de setembro, o espetáculo estará disponível em vídeo e online, com interpretação em Libras e acesso gratuito. O link para o vídeo-espetáculo online pode ser acessado nas redes @asaventurasdegoya.


Este é um projeto que conta com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

Sinopse do espetáculo

Goyá, cabocla nascida nas beiras do Córrego Taguatinga, nos conta a história de Jucaí, um passarinho do tipo sabiá que mora no topo de um buriti, bem no meio de uma agrofloresta cheia de vida. Lá, camponesas(es) cultivam alimentos junto das plantas nativas. Jucaí vive uma grande aventura ao buscar realizar o maior sonho da sua vida. No caminho, ele vai encontrando as belezas que aquele lugar tem e os aprendizados que só a natureza traz. Um espetáculo de teatro popular criado pela brincante e educadora Dielle Mendes, com direção cênica de Lu Meireles e trilha sonora de Daniel Carvalho. Integrando a educação ambiental com brincadeiras, cantigas e danças da cultura popular brasileira, Goyá e Jucaí voam pelo o nosso imaginário, sensibilizando gente de todas as idades sobre a preservação da nossa terra e do povo que cuida dela. Quem é Goyá Goyá vem de longe... E caminhando sobre o barro branco e a terra vermelha chega para nos contar histórias que ouviu do Cerrado e de seus povos originários. Uma cabocla nascida nas beiras do Córrego Taguatinga, neta e filha de mulheres campesinas, descendente de gente que planta alimento, floresta e vida no solo cerratense do planalto central. Goyá conversa com a mata e com os pássaros, dança com as águas e semeia histórias para manter a floresta de pé. Sobre a atriz brincante

Dielle Mendes é atriz, bióloga, brincante, educadora popular e educadora ambiental. É agente cultural desde os 17 anos, sendo iniciada no Movimento Cultural do Mercado Sul de Taguatinga. Desde 2009, atua com teatro popular infantil em escolas e outros espaços adaptados, integrando criação cênica com brincadeiras de roda, jogos teatrais e danças populares. Como educadora ambiental, cria projetos de arte, conscientização e natureza cênica para crianças, unindo o teatro popular com a ecopedagogia. Atua em espaços de referência no DF, como o Ponto de Cultura Invenção Brasileira, Movimento Cultural Mercado Sul Vive, Sítio Geranium, Grupo de Teatro do Detran-DF e Coletivo da Cidade.


PROGRAME-SE

As Aventuras de Goyá na Agrofloresta

QUANDO 18 de setembro (domingo) - 17h

ONDE: Ponto de Cultura Invenção Brasileira - Mercado Sul de Taguatinga (QSB 12/13)

Entrada: franca com classificação livre

Redes: @asaventurasdegoya

Comentários


bottom of page