ARTISTAS SE UNEM E LANÇAM REVISTA SOBRE ARTE, CULTURA E ANCESTRALIDADE

Impressa e digital, o lançamento da primeira edição da Revista Cultural Justina será dia 03 de abril, às 20h.


Com publicação mensal e textos à serviço da comunidade, um grupo de artistas e produtores culturais da periferia de Aparecida de Goiânia se uniram para criar uma revista sobre arte e cultura. Espaço destinado a reflexões e compartilhamentos de opiniões que envolvem literatura, poesia, arte, estéticas comunitárias e ancestrais, a Revista Justina é um espaço aberto a todas as opiniões.


Ainda são poucos os espaços para a divulgação e reflexão crítica dos fazeres artísticos, no estado de Goiás. Para o produtor cultural e editor da revista, Pablo Lopes, há uma certa carência de espaços específicos para artistas escreverem, compartilharem a programação dos seus eventos e divulgarem as suas ações de forma periódica.

Para o poeta, colunista e curador do caderno de poesia, Mazinho Sousa, a revista Justina vem de encontro com o momento em que estamos vivendo “Ela [a revista Justina] é um documento periférico no qual a arte e a crítica literária são pautas permanentes. Tem muita gente escrevendo, nós estamos construindo mais um espaço para que essas pessoas publiquem”, conclui. Mazinho também é um dos coordenadores do selo Goiânia Clandestina.

O tema de capa desta primeira edição, texto da atriz comunitária e colunista Takaiúna, compartilha experiências sobre os saberes de Maria Justina da Glória, esta que empresta o seu nome a Revista. Bisavó de Takaiúna, Justina é primeira matriarca de sua família nascida em territórios brasileiros a ser oficialmente liberta da escravidão. Para Takaiúna, “a revista que carrega o nome de uma preta analfabeta se propõe a ser um lugar de encontro afetivo, desses que foram precisos ser inventados, para que as nossas histórias não fossem apagadas”, afirma. PROGRAME-SE Lançamento da Revista Cultural Justina Dia: 03 de abril, sábado Horário: às 20h Local: instagram da editora @goianiaclandestina Para adquirir a revista, acesse: www.goianiaclandestina.com.br