ARTISTAS DO DF LANÇAM LIVRO ILUSTRADO SOBRE A CAPOEIRA

Escrito por Kenya Ricarte e ilustrado por Vivian Campelo, “Abra a cabaça, espalhe a semente” apresenta 15 contos infanto-juvenis, que abordam elementos da Capoeira e da cultura afro-brasileira

Foto: Davi Mello

“Capoeira é uma arte que ensina a navegar”! É assim que a obra ‘Abra a cabaça, espalhe a semente’ nos convida a mergulhar em contos lúdicos para aprender sobre a Capoeira, sobre a cultura afrobrasileira e seus encantos e filosofias. Escrito pela educadora e brincante Kenya Ricarte e ilustrado pela designer e também brincante Vivian Campelo, o livro será lançado na próxima quinta-feira, dia 19 de maio, na Escola da Natureza - Parque da Cidade.


‘Abra a cabaça, espalhe a semente’ apresenta 15 contos voltados ao público infanto-juvenil. Como a Capoeira, a narrativa parte de África para chegar ao Brasil, onde conhecemos a árvore baobá, animais encantados e personagens como o caboclo Mutá. No centro da roda, a menina Ginga nos leva a vivenciar histórias repletas de luta, ritmo, movimento e música, sob a benção de Vovó Maria de Angola. Em sua batalha final, Ginga luta contra um grande leão, nutrida por ensinos aprendidos em sonhos e visões nas matas, nos rios e no mar.


Publicado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, o livro é voltado ao público infanto-juvenil e será distribuído gratuitamente em escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal, contemplando as RAs do Paranoá, Plano Piloto, Planaltina, Recanto das Emas e Taguatinga. Na Escola da Natureza, o lançamento terá como público professores e estudantes do 4º e 5º anos da Escola Classe 314 Sul. Contará com apresentação de espetáculo baseado em um dos contos do livro (A pisada do caboclo) e roda de conversa sobre a história do Brasil e o nascimento da Capoeira.


Capoeira, leitura e educação

A Capoeira atravessa a história do Brasil, com origens que remontam aos movimentos de resistência do povo africano escravizado. Contempla diversos elementos, como jogo, dança, luta, musicalidade, poesia, filosofia e ancestralidade. Uma arte transversal a várias disciplinas, espalhada no Brasil e em países dos cinco continentes, sendo uma das principais responsáveis pela divulgação da língua portuguesa no mundo. Como forma de expressão, a roda de Capoeira é reconhecida como patrimônio cultural brasileiro, pelo Iphan, e a arte Capoeira é patrimônio mundial da humanidade, pela Unesco.


A distribuição gratuita do livro ‘Abra a cabaça, espalhe a semente’ na rede pública de ensino do DF busca colaborar, através da leitura, com a divulgação da Capoeira e da cultura popular no ambiente escolar. Oferece ainda um material pedagógico lúdico e decolonial, que fortalece a efetivação da Lei 10.639/03, pela qual escolas de ensino fundamental e médio são obrigadas a ensinar sobre história e cultura afro-brasileira nas escolas.


DISTRIBUIÇÃO AO PÚBLICO

Além de escolas públicas, o livro ‘Abra a cabaça, espalhe a semente’ será distribuído gratuitamente em projetos culturais que atuem com Capoeira, arte-educação e cultura popular junto ao público infanto-juvenil. Arte-educadores, capoeiristas, coletivos e demais interessados em adquirir o livro podem entrar em contato com a autora, através do e-mail abracabacaespalheasemente@gmail.com.


SOBRE A OBRA


Autora

Kenya Ricarte é capoeira, brincante, artista, arte-educadora e mãe. É graduada em Artes e mestra em Educação pela Universidade de Brasília. Acredita no amor e no cuidado como caminhos para a liberdade. Sonha com a paz no mundo e adora mergulhar nos encantos da poesia e da imaginação.


Ilustradora

Vivian Campelo (Lomblinha) é designer gráfico freelancer, editora e ilustradora, formada em Comunicação Social. Admiradora da cultura popular, seu mergulho floresce nas misturas do cerrado, nas escutas, histórias, músicas, texturas e cores. Brincante, através de seus traços se conecta, se firma, observa e experimenta diversas formas de expressão.


Sinopse

“Há muito tempo, uma semente mágica caiu do céu. E no solo da grande mãe África ela pousou. África a acolheu, a aqueceu, a protegeu e um nome ela lhe deu: Baobá!” Assim começa a empolgante jornada pelos mistérios da Capoeira, revelados pela menina Ginga em sonhos e visões. Prepare-se para mergulhar em contos que compõem uma história repleta de magia, ritmo, movimento, luta e música. Berimbau já está chamando. Vamos jogar?


PROGRAME-SE

Lançamento do livro infantil “Abra a cabaça, espalhe a semente”

QUANDO: 19 de maio, 14h, na Escola da Natureza - exclusivo para estudantes

Para pedidos do livro: abracabacaespalheasemente@gmail.com

Rede social: www.instagram.com/abracabaca

AS MAIS LIDAS DA SEMANA...