14ª EDIÇÃO DO VIVADANÇA - FESTIVAL INTERNACIONAL

Com foco na linguagem da videodança, festival destaca continente africano na programação e investe em conexões e intercâmbios entre artistas de todo o mundo.

Espetáculo da França - Foto de Géraldine Aresteanu_

O VIVADANÇA Festival Internacional apresenta sua 14ª edição entre os dias 29 de abril e 9 de maio de 2021. Totalmente adaptado ao formato online e digital, o festival recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MCs, concurso de popping, ações formativas com oficinas e encontros para networking, além de lançar o podcast “Bahia Mundo” com profissionais da dança que se estabeleceram em outros países. Participam desta edição produções artísticas de 12 países: Brasil, Alemanha, França, Moçambique, Senegal, Espanha, Polônia, Togo, Namíbia, Camarões, Níger e Tanzânia. Toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil, com exceção do espetáculo de abertura “Dancing at dusk - um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, que custa R$ 10. A programação completa está no site: www.festivalvivadanca.com.br


O VIVADANÇA tem início com um espetáculo muito especial: uma versão africana da icônica coreografia “Sagração da Primavera”, da alemã Pina Bausch. Intitulada “Dancing at Dusk/Dançando ao anoitecer - um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, a versão será apresentada em formato de filme, realizado durante um ensaio geral do espetáculo no Senegal, que viria a estrear antes da pandemia em 2020. Uma coprodução entre Senegal, Alemanha e Reino Unido, o filme mostra a coreografia dançada por 38 bailarinos de 14 países africanos. A peça audiovisual, exibida na plataforma Festival Scope e com o apoio do Goethe-Institut, estreia dia 29 de abril de 2021 às 20h e fica disponível por uma semana.


O evento calendarizado, que tem sua abertura no Dia Internacional da Dança, vem reafirmando a cada ano seu lugar de encontros, difusão e conexões no universo da dança, com uma programação que coloca a Bahia no circuito de festivais internacionais, abrindo possibilidades artísticas e mercadológicas. Neste momento delicado, o VIVADANÇA oferece soluções criativas para continuar com sua missão de conectar profissionais da dança ao redor do mundo, bem como trazer para o Brasil o melhor da dança contemporânea.


Na programação, além das produções internacionais de países como Moçambique, França, Alemanha, Espanha e Polônia, as mostras anuais se ajustaram às exigências digitais e reúnem uma cuidadosa seleção da produção audiovisual de dança na Bahia. A Mostra Baiana de Dança Contemporânea e a Mostra Casa Aberta exibirão espetáculos no palco virtual do Teatro Vila Velha, e o evento de Hip Hop fará pela primeira vez uma versão online das batalhas de break e de MCs, além de um concurso de performances de popping. O festival ainda recebe a Mostra Dança em Foco e a Mostra Fiver Cervantes, que reúnem uma seleção de videosdança especial para a programação. Com exceção do espetáculo de abertura, toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil.


Como novidades neste ano, o VIVADANÇA lança o podcast Bahia Mundo com cinco episódios que convidam profissionais baianos da dança que se estabilizaram profissionalmente fora do Brasil. Outra novidade é o Cine África, projeto da Mostra de Cinemas Africanos que se junta ao festival para exibir filmes africanos nos quais o universo da dança é destaque.


O VIVADANÇA Festival Internacional é uma realização da Baobá Produções Artísticas. O projeto foi selecionado pelo Edital Eventos Calendarizados com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Conta com parceria institucional do Goethe-Institut, Instituto Cervantes, MID - Movimento Internacional de Dança (DF), Instituto Francês, Embaixada da França e Aliança Francesa, Teatro Vila Velha, Sesc São Paulo e Mostra de Cinemas Africanos.

Meu Lugar de Fala - Salvador

SOBRE O VIVADANÇA

Criado em 2007, em Salvador (BA), com o nome de Mês da Dança no Vila, o VIVADANÇA começou como uma programação em comemoração ao mês da dança (abril), que acontecia com apresentações no Teatro Vila Velha. Em mais de uma década de existência, teve seu formato ampliado: tornou-se internacional e teve sua trajetória marcada por fatos importantes, como a criação da Mostra Casa Aberta, Batalha de Break e do Prêmio VIVADANÇA. Em 2014, estreou com sucesso a Mostra Baiana de Dança Contemporânea, inicialmente uma categoria do Prêmio VIVADANÇA, que acabou por se destacar e ir além. Desde 2015, também promove a Rodada de Negócios, projeto pioneiro no Brasil, como forma de promover oportunidades de divulgação e networking para artistas locais. Além de Salvador, já passou por Camaçari, Belo Horizonte, Brasília e Vitória. O festival coloca a Bahia na rota de eventos calendarizados promovendo ricos diálogos e intercâmbios culturais.


PROGRAME-SE

VIVADANÇA Festival Internacional – Edição online

De 29 de abril a 9 de maio de 2021

Programação: www.festivalvivadanca.com.br

AS MAIS LIDAS DA SEMANA... 

1/3